Corrida do mal: motorista de aplicativo é sequestrado e torturado durante assalto na Capital

Reprodução - internet - imagem ilustrativa
Reprodução - internet - imagem ilustrativa

Um motorista de aplicativo, de 23 anos, foi sequestrado e perdeu R$ 1 mil após ser alvo de assalto, na noite de sexta-feira (21), por volta das 22h, em Campo Grande. O rapaz foi acionado por dois homens e uma mulher via whatsapp. 

Segundo o boletim de ocorrência, o motorista chegou no endereço e os três passageiros confirmaram a corrida. No percurso para o destino, anunciaram o assalto, um dos homens portava uma arma tipo pistola, sob ameaças fez a vítima ir para um local deserto, enquanto outro dos rapazes começou a entrar nos aplicativos de banco do motorista, fazendo pix e roubando cerca de R$ 1 mil em transferências.

A vítima foi levada para perto da cachoeira do ceuzinho, onde foi mantida em cárcere privado, agredida com coronhadas e pontapés, causando diversas lesões. Os bandidos foram embora com o carro, a carteira, o telefone celular da vítima e a deixaram presa no local. Por volta das 3h, conseguiu se soltar, encontrou um imóvel no percurso e pediu ajuda, no qual foi acionada a PM (Polícia Militar). 

Depois que conseguiu o socorro, o motorista descobriu que o pix havia caído na conta da mulher e o nome dela era conhecido, em que outra situação registrou um boletim de apropriação indébita para Corumbá. E um dos suspeitos também foi identificado pela vítima, como morador de um bairro de Campo Grande.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.