Capital começa aplicação da 4ª dose contra Covid para público de 40 anos ou mais

Foto: Divulgação/ Prefeitura de Três Lagoas
Foto: Divulgação/ Prefeitura de Três Lagoas

A partir desta segunda-feira (20) a 4ª dose da vacina contra a Covid-19 está liberada para o público alvo de pessoas com 40 anos ou mais em Campo Grande. A vacina só poderá ser aplicada na população que recebeu a 3ª dose com o intervalo de quatro meses.

A ampliação do público ocorre após anúncio do Ministério da Saúde. Além da liberação do nobvo público, idosos a partir de 60 anos, indivíduos imunocomprometidos com 18 anos de idade e trabalhadores de saúde, também podem receber a 4ª dose.

Em março deste ano, Campo Grande ampliou o público da 4ª dose, baixando a faixa etária para pessoas de 50 anos ou mais, sendo a primeira capital do país a promover a ampliação do público. A estimativa da Superintendência de Vigilância em Saúde da Sesau (SVS) é de que aproximadamente 44,8 mil pessoas entre 40 e 49 anos que receberam a terceira dose sejam vacinadas.

Na Capital, 725,2 mil pessoas foram vacinadas com a primeira dose, representando 80.04% de toda a população. Destas, 688,3 mil receberam a segunda dose ou dose única, 378,7 mil a terceira dose e 95,2 mil a quarta dose, totalizando aproximadamente 1,8 milhões de doses aplicadas.

O imunizante contra a Covid-19 está disponível para toda a população a partir dos cinco anos que ainda não tenham tomado nenhuma dose. Já a segunda dose será aplicada conforme a data da primeira aplicação, de acordo com o intervalo estipulado pelo fabricante.

Para o público que tem 12 anos ou mais e já recebeu duas dose há pelo menos quatro meses, poderá receber a terceira dose em qualquer ponto de vacinação, bem como os seguintes grupos: pessoas com 50 anos ou mais, trabalhadores da saúde, pessoas com alto grau de imunocomprometimento. Para todos estes públicos será aplicada a quarta dose e é necessário ter um intervalo de quatro meses da terceira dose. 

Veja também:

Rol taxativo de procedimentos da ANS afeta autonomia médica

Acesse as redes sociais do O Estado Online no Facebook Instagram.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.