Varíola dos macacos: sobe para oito número de casos em MS

varíola dos macacos
Foto: reprodução

A SES-MS (Secretaria de Estado de Saúde) informou, neste sábado (6), que subiu para 8 o número de casos confirmados da varíola dos macacos em Mato Grosso do Sul. A doença já atinge o interior do Estado. São sete casos em Campo Grande e um na cidade de Itaquiraí.

Conforme a SES-MS, o Estado tem hoje 11 casos suspeitos e 8 confirmados. Além de Campo Grande, há casos suspeitos em Dourados, Cassilândia, Ponta Porã, Camapuã, Três Lagoas e Bandeirantes. O processo de confirmação dos casos envolvem exames laboratoriais.

O levantamento estadual aponta que 100% dos casos confirmados são homens e que 25% deles tiveram contato com viajantes e outros 75% tiveram relações sexuais com parceiro casual ou desconhecido.

Cenário da doença no Brasil e no mundo

De acordo com o boletim mais recente do Ministério da Saúde, 1.369 casos da doença foram registrados no país. a maioria em São Paulo e no Rio de Janeiro. Cinco pessoas morreram pela doença em todo o mundo durante o surto atual, de acordo com dados da OMS (Organização Mundial da Saúde).

O Ministério está tratando a doença como surto. Ele é o primeiro estágio da evolução de contágio, antes de epidemia e pandemia. O surto acontece quando há o aumento repentino do número de casos de uma doença em uma região específica, maior que o esperado pelas autoridades.

O maior risco de agravamento da varíola dos macacos acontece, em geral, para pessoas imunossuprimidas com HIV/Aids, leucemia, linfoma, metástase, transplantados, pessoas com doenças autoimunes, gestantes, lactantes e crianças com menos de 8 anos de idade.

 

Confira as redes sociais do O Estado Online no Facebook Instagram.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.