Mulher pula de carro de aplicativo para tentar escapar de estupro

Motorista de aplicativo
Foto: Nilson Figueiredo

Uma mulher, de 28 anos, sofreu uma tentativa de estupro por um motorista de aplicativo na madrugada desta segunda-feira (06). Para fugir, ela pulou do carro em movimento, deixando bolsa, documentos e celular para trás. O crime ocorreu por volta das 1h50 da madrugada quando a vítima solicitou um carro para busca-lá na Rodoviária de Campo Grande.

De acordo com o depoimento da jovem, ela estava voltando de uma viagem de Ponta Porã quando solicitou a corrida de aplicativo. Durante o trajeto, o motorista encerrou a corrida e iniciou uma rota por meio de ruas mais escuras e com medo ela ligou para o marido para informar que havia pegado o carro e que estava a caminho. Essa ligação foi gravada e encaminhada para DEAM (Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher).

A vítima ainda pediu mais de uma vez para que o motorista ligasse o GPS do veículo e foi ignorada. O homem parou o carro alegando que iria abastecer o veículo. O marido da vítima ouvia a conversa e achou a ação suspeita devido ao horário tardio. No áudio é possível ouvir a mulher pedindo que se a corrida fosse difícil era para voltar e deixa-la novamente na rodoviária.

Quando o carro parou o motorista desceu e tentou atacar a jovem. Na ligação é possível ouvir a vítima gritando e pedindo ajuda enquanto o marido pedia, desesperado, que ela tentasse fugir do carro. Ela conseguiu pular do carro deixando objetos pessoais que estavam na bolsa e a mala de viagem no carro do suspeito.

Ela conseguiu fugir até um estabelecimento próximo e conseguiu ligar para a polícia do celular de outra pessoa. As equipes da Polícia Militar foram acionadas e iniciaram diligências e por meio de câmeras de segurança da região conseguiram localizar o veículo. Na manhã desta segunda-feira (06) a policia encontrou os pertences da vítima. De acordo com informações da policia o suspeito já teria feito outras três vítimas.

O homem foi encontrado e preso pela PM e encaminhado para a Deam que investiga o caso.

Em diligências, os militares encontraram o motorista que acabou preso na madrugada desta terça-feira (07). Em um grupo de motoristas de aplicativo havia a informação de que o homem teria feito outra vítima. Em depoimento na delegacia, o suspeito negou que tenha cometido o crime. Ele foi liberado e o caso segue em investigação.

Confira as redes sociais do O Estado Online no Facebook Instagram.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.