Prefeitura lança pacote de reformas em escolas e postos de saúde

escolas

Uma das obras previstas é um piscinão às margens da Avenida Rachid Neder

Com os R$ 95 milhões da operação de crédito que vai contratar junto à Caixa Econômica Federal (linha de crédito do Finisa), a Prefeitura vai lançar um pacote de obras nas áreas de educação em escolas, saúde, assistência social, habitação, infraestrutura e controle de enchentes.

Só para retomar a construção e terminar oito escolas, além da reforma da Escola Municipal Isauro Bento, no Distrito de Anhanduí, serão destinados R$ 15 milhões. Para a construção do Centro Referência Especializado de Assistência Social, que atenderá a população em situação de rua, são mais R$ 4 milhões.

Também serão reformadas quatro UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) (Moreninha, Leblon, Universitário e Vila Almeida ) e três Centros Regionais de Saúde (Aero Rancho, Tiradentes e Nova Bahia). Para construir e equipar a Unidade de Pronto Atendimento Veterinário (UPA VET), no Aero Rancho, estão reservados RS 2,7 milhões.

Além dos postos e escolas, a reforma e adequação de áreas públicas como as praças do Rádio Clube, Aquidauana, Horto Florestal, espaço multiuso do Guanandizão, implantação de sete parques infantis adaptados, terá R$ 20,8 milhões. Para execução de obras de infraestrutura e controle de enchentes, estão programados R$ 27,5 milhões.

Uma das obras previstas é um piscinão às margens da Avenida Rachid Neder, para reduzir a vazão do Córrego Cascudo e evitar o transbordamento do Córrego Segredo na rotatória da Ernesto Geisel, trecho onde deságua o Cascudo, afluente do Segredo.

Por fim, foi divulgada a construção de 220 moradias para o reassentamento das famílias da Favela Mandela, localizada às margens do Córrego Segredo terá R$ 16 milhões. Para melhorar a estrutura de atendimento de urgência e emergência na saúde foram reservados R$ 10 milhões.

Educação

O setor da Educação terá destinado 15% dos recursos a serem contratados. O dinheiro será empregado para retomar e concluir a construção das Escolas Municipais de Educação Infantil do Jardim Talismã, São Conrado, Jardim Anache, Jardim Inápolis, Radialista e Oliveira III, além da EMEI Vila Nasser. O recurso contemplará também a escola da Vila Natália.

“As planilhas de custo destas obras estão defasadas, não só porque com a pandemia houve uma explosão nos preços dos insumos da construção, mas também porque as planilhas foram feitas em 2010 /2011 , quando as obras foram licitadas. Os engenheiros da Sisep já estão trabalhando na atualização dos orçamentos”, detalhou o secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese. escolas

Acesse também: Requalificação na Antiga Rodoviária anima comerciantes da região

Mais notícias no Jornal Impresso 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *