Criminalidade apresenta queda em Mato Grosso do Sul

GARRAS
Foto: Divulgação/Portal MS

Comparado ao ano passado, no período de janeiro a agosto, os índices de criminalidade apresentaram quedas expressivas no Estado. Crimes contra o patrimônio foram os que obtiveram menos registros. Segundo estatística da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) que conta com dados de todos as cidades de Mato Grosso do Sul, o número de roubos caiu de 3.472 em 2020, para 3.043 este ano, uma redução de -12, 4%.

Foi registrado também, queda no número de roubos seguidos de morte (-18,2), roubos em vias urbanas (-14%), roubos a comércios (-12,2%) e furtos de veículos (-11,9). Este ano foram registrados 280 homicídios, desses 164 foram elucidados e os autores presos. Já a taxa de esclarecimento no Estado, até agosto foi de  58,6%, considerado um dos melhores índices do Brasil.

Na Capital houve redução em índices criminais monitorados pela Sejusp. Teve redução nos casos de feminicídio (-87,5), com registro de 8 casos em 2020 e 1 neste ano. Já em roubo seguido de morte a queda foi de -60%, com 5 registros no ano passado e 2 no mesmo período deste ano. Em Campo Grande também foram registradas quedas em furtos de veículos, homicídios dolosos, roubos em vias urbanas, roubo a comércios e nos homicídios culposos no trânsito.

Segundo o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira, os bons resultados são frutos do investimento na segurança pública. “Mato Grosso do Sul tem hoje um dos maiores índices de esclarecimentos de homicídios do país, é também o estado que mais apreende drogas no país e ainda assim apresenta números que são referência nacional, reflexo dos investimentos maciços feitos pelo Governo do Estado”, destaca.

Confira mais notícias no jornal impresso. 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *