Festival internacional traz dançarina ucraniana à Capital

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Por Méri Oliveira – Jornal O Estado MS

Será realizado a partir de sexta-feira (24), em Campo Grande, o 1º Festival Internacional Arabesk de Danças, promovido pelo Estúdio Fabiana Andrade, no Teatro Dom Bosco, em Campo Grande, com a presença de cinco profissionais de vários estados do Brasil, que serão jurados, e a grande atração internacional, a dançarina ucraniana Diva Darina, que agora mora em Curitiba.

Para Fabiana Andrade, professora de dança do ventre, organizadora e realizadora do festival, a mostra pode atrair os descendentes de árabes da Capital. “Minhas expectativas são as melhores possíveis, já que em Campo Grande contamos com uma das maiores colônias árabes do Brasil”, afirma. Além disso, a dançarina acredita que este pode ser, também, um expoente para os profissionais locais do segmento.

“Nada mais justo que a cidade receba um grande evento como esse, com profissional de prestígio. Precisamos mostrar a capacidade dos grandes profissionais que temos na cidade, e espero que este evento seja um espelho disso, por meio das competições e mostras”, pontua Fabiana.

Trajetória – As danças e a percussão árabe são bastante conhecidas por proporcionar não apenas alegria e entretenimento, mas também o aperfeiçoamento da linguagem corporal, entre outros benefícios para a saúde física e mental. Graduada em administração de empresas, para se firmar como profissional da dança do ventre, Fabiana estudou por nove anos a modalidade e, após isso, passou a atuar como professora e coreógrgrafa já há, também, nove anos, além de também ensinar derbake, instrumento de percussão do Oriente Médio.

Em 2015 fundou o Grupo Tahul, inicialmente dirigido apenas ao público feminino para as aulas de percussão, mas que posteriormente foi aberto para outros públicos, chegando a ter uma banda formada por homens, mulheres e crianças.

Darina Konstantinova – Conhecida em vários países e tendo passado por 38 deles por causa da dança do ventre, a dançarina ucraniana Diva Darina chegou ao Brasil há poucos meses, como refugiada da Guerra na Ucrânia, conseguiu a cidadania brasileira recentemente e agora luta para trazer o restante da família para o Brasil e se adapta à realidade brasileira, muito embora diga ter encontrado “um pedaço da Ucrânia no Brasil em Curitiba”, em suas redes sociais.

Na sexta-feira (24), a partir das 19h, serão realizadas 18 mostras e 52 competições, no Teatro Dom Bosco, onde Diva Darina e mais quatro profissionais serão jurados. No sábado (25), das 8h às 11h, haverá workshop de dança do ventre com Diva Darina.

A partir de 12h30, quem assume é a dançarina Kahina, até as 14h30. Das 14h45 até as 16h45, Saphyra toma a frente, com workshop de dança cigana. À noite, às 20h, será realizado o show de gala com apresentação de todos os jurados e também dos competidores da noite anterior.

Domingo (26), pela manhã, das 7h50 até as 9h50, o professor Anthar Lacerda inicia os trabahos, seguido por Linda Hathor, das 10h às 12h. Após a pausa para o almoço, às 13h15, Igor Kischka inicia mais um workshop de dança do ventre e Diva Darina encerra o dia com sua aula das 15h30 até as 18h30.

SERVIÇO: O 1º Festival Internacional Arabesk de Danças será realizado de sexta a domingo, no Teatro Dom Bosco, na Av. Mato Grosso, nº 225, Centro. Compra de ingresssos e mais informações sobre o evento podem ser obtidas por meio do número (67) 98122- 7678, com Fabiana Andrade.

 

Leia mais notícias na edição impressa do Jornal O Estado MS.

Acesse também as redes sociais do Estado Online no Facebook e Instagram.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.