Amber Heard e Johnny Depp voltam à Justiça após acusação de agressão

Foto de Wenn/Frame/Folhapress
Foto de Wenn/Frame/Folhapress

O julgamento do processo que o ator Johnny Depp, 58, move contra a ex-mulher, a atriz Amber Heard, 35, por difamação, acontece a partir de hoje (11) na Virgínia (EUA), e deve durar aproximadamente seis semanas. Todo o processo irá ser televisionados. Depp iniciou o julgamento em março de 2019, e afirmou que as acusações de Heard eram um “farsa elaborada” para aumentar sua personalidade pública.

Neste domingo(10), a atriz compartilhou um texto em seu perfil do Instagram e disse que irá se afastar das redes sociais pelas próximas semanas, devido ao processo judicial, e agradeceu aos fãs pelo apoio que recebeu até aqui. “Ficarei offline nas próximas muitas semanas”, avisou Amber.

“Estarei em Virgínia, onde irei enfrentar meu ex-marido Johnny Depp em corte. Ele me processou por um editorial que escrevi no Washington Post, em que recontei a minha experiência com violência e abuso domésticos. Eu jamais o mencionei, e escrevei sobre o preço que mulheres pagam ao denunciarem homens no poder. Ainda pago o preço, mas espero que, quando este caso se encerrar, eu possa seguir em frente, e Johnny também”, disse a atriz. Heard confessou que sempre amou o ator, e que esses acontecimentos trazem muita dor por “ter que reviver os detalhes da nossa vida juntos em frente ao mundo”.

Com a carreira abalada em Hollywood por consequência das acusações da atriz , Depp moveu uma ação e a processou por difamação. Na Justiça britânica, o ator perdeu uma ação contra o tabloide The Sun por chamá-lo de “espancador de esposas”.

De acordo com o The New York Times, é esperado que as duas partes deponham. O julgamento no Tribunal de Circuito do Condado de Fairfax deve começar com a seleção do júr. A lista de possíveis testemunhas de Amber Heard inclui nomes como James Franco e Elon Musk.

 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.