Cursos profissionalizantes ajudam desempregados

Cursos profissionalizantes ajudam desempregados
Smiling african-american guy in earphones studying foreign language online through video conference application, panorama with copy space

Cursos profissionalizantes ajudam desempregados. Estes são aqui, no Brasil.  Onde, as opções mais populares são de Informática, Cozinheiro, Confeitaria e Marcenaria.

Estes cursos profissionalizantes são uma das opções mais procuradas.

Isto por quem deseja seguir carreira numa área que não exige o ensino superior.

Portanto, neles os alunos são capacitados. Isto nos técnico para uma determinada profissão.

Assim, ajuda a encontrar boas oportunidades no mercado de trabalho.

Isso aliado ao cenário do desemprego alto no Brasil de 14,8 milhões. Assim, a procura pelos cursos aumenta. Ainda mais com aumento na taxa de alunos que deixaram de estudar. Este número é grande. São 3,5 milhões.

Por isso, a educação profissional é melhor alternativa. Tanto para quem está estudanto quanto para que não está. Isso porque ela ajuda a desenvolver habilidade profissionais. Principalmente de jovens e adultos.

Mas, juntando a fome com a vontade de comer, fica mais rápido. Assim quando menos perceber está trabalhando novamente.

atualmente

Desta forma, existem dois tipos de cursos. Onde se diviem em técnicos. Estes  entregam uma formação mais geral. Isto para o aluno conquistar vários ramos.

Então tem os livres. Nestes, o aluno desenvolve habilidades. No entanto sem formação.

Então, veja aqui os mais procurados pelos brasileiros. Nestes estão misturadas os dois tipos de curso. Aqui estão as opções de destaque: Informática, Cozinheiro, Confeitaria e Marcenaria.

Evento debate Educação Profissional

Com isso, vai acontecer um debate. Isto para melhor explicar sobre esta procura. É o 2º Fórum Internacional de Educadores.

Este ano o tema é Educação Profissional, Inovação e Formação Cidadã. Que só foi possível pela realização do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

Agora, anota aí. O evento começa dia 2  e vai até  7 de agosto. Com acesso gratuito e on-line.

participação

No entanto, para oferecer o melhor, O evento terá participação de convidados de destaque no meio educacional, nacionais e internacionais, dos Estados Unidos e Portugal.

Além disso, participam especialistas da instituição brasileira.

Já a mediação é de Márcia Cristina Fragelli, pesquisadora, autora de livros na área educacional e coordenadora educacional no Senac São Carlos, o Fórum será realizado de 2 a 6 de agosto, às 15h, e no sábado (7) às 9h30. A transmissão é aberta ao público. Ela  será feita no canal do YouTube do Senac São Paulo. Mas, para participar é preciso se inscrever no evento.

Enfim, a abertura do evento é um bate papo sobre Ancestralidade, Comunidade e Escola: o papel da educação frente aos desafios globais. Quem comanda é Lucila Mara Sbrana Sciotti, superintendente de operações do Senac São Paulo e Ailton Alves Lacerda Krenak, líder indígena, ambientalista e escritor brasileiro.

Desta forma, confira a programação abaixo.

Programação:

– Ancestralidade, Comunidade e Escola: o papel da educação frente aos desafios globais

Data: 2/8/2021

Horário: às 15 horas

– Tecnologia como Ferramenta de Aprendizagem

Data: 3/8/2021

Horário: às 15 horas

– Metodologias Ativas: a escola e seus interatores no processo de ensino e aprendizagem

Data: 4/8/2021

Horário: às 15 horas

– Inovação no Ensino-Aprendizado através do Fazer: práticas e dinâmicas, postura maker, colaborativismo e competências do século XXI

Data: 5/8/2021

Horário: às 15 horas

– Formação dos Docentes: contornos urgentes e emergentes da atualidade

Data: 6/8/2021

Horário: às 15 horas

– Reflexões sobre a Conexão entre a História da Educação e a Educação Profissional diante das Transformações exigidas pelo Mundo do Trabalho

Data: 7/8/2021

Horário: às 9h30

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

MAS, quer MAIS NOTÍCIAS? CLIQUE AQUI!

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.