Ceará cobra reposição de vacinas da COVID-19 para o Ministério da Saúde

Raquel Portugal/Fiocruz)
Raquel Portugal/Fiocruz)

A SESA (Secretaria da Saúde do Ceará) cobrou a reposição de 186.660 da vacina AstraZeneca para o Ministério da Saúde, que confirmou que chegará nos próximos dias. O intuito da cobrança é para a reposição da reserva de imunizantes para os 184 municípios do Estado.

Segundo o jornal Badalo, a SESA tem reclamado da lentidão das reposição para o Estado, destacando o município de Fortaleza, que tem feito agendamentos para a vacinação da população. A última remessa chegou ao Estado, no dia 13 de outubro.

Com o atraso na carteira de vacinação, os cearenses têm se manifestado nas redes sociais da vacina britânica. O imunizante tem registrado atrasos de remessas em todo o País, por conta da necessidade de importação do chamado IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo) pela Fiocruz, que produz a vacina no Brasil.

Segundo a nota da SESA, a reserva técnica de vacinas contra a Covid-19 da AstraZeneca para suprir excepcionalmente as necessidades dos municípios cearenses, que responderam questionário da Sesa sobre risco de atraso da aplicação, virá 105,1 mil para Fortaleza.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *