Alunos já podem solicitar passe de estudante para retomada às aulas presenciais

ônibus

Com a vacinação dos profissionais da educação, as aulas presencias da REE (Rede Estadual de Ensino) e Reme (Rede Municipal de Ensino) já têm data para o retorno e os alunos que vão voltar às escolas já podem fazer o cadastramento ou recadastramento para adesão ao Passe de Estudante 2021. O prazo para a solicitação termina no dia 20 de agosto.

Estudantes das escolas públicas, privadas e do ensino superior devem acessar ao site passe.campogrande. ms.gov.br para realizar o pedido, em seguida será entregue o protocolo de solicitação do passe de estudante na instituição de ensino onde o aluno estiver matriculado.

Segundo a prefeitura de Campo Grande, a revalidação ou recebimento do cartão será de acordo com o cronograma de datas, informado pela própria escola.

Tanto a rede Municipal quanto a Estadual vai adotar o escalonamento de alunos para evitar a transmissão da COVID-19 nas escolas. Conforme o diretor-presidente do Consórcio Guaircurus, João Rezende, as unidades vão avisar a empresa quanto às escalas dos alunos para que não haja riscos de os usuários utilizarem os cartões para outros fins.

“O cartão só está disponível para ir à escola e voltar para casa, se não tiver aula e os alunos usarem o passe mesmo assim, estão cometendo uma falta grave e podem perder o benefício”, alertou Rezende. 

De acordo com a prefeitura, o passe de estudante é um direito do aluno do 1º, 2º e 3º graus e cursos técnicos profissionalizantes de nível médio subsequentes, do ensino das redes públicas e particular, devidamente matriculado na forma da lei e que resida a uma distância igual ou superior a 2.000 metros da unidade em que estiver matriculado. 

Volta escalonada

As aulas presenciais da Reme (Rede Municipal de Ensino) estão previstas para voltar no dia 26 de julho. A Semed (Secretaria Municipal de Educação) garante que as 202 escolas estão aptas para receber os estudantes com segurança.

Os estudantes de uma única sala poderão ser divididos em duas ou três turmas, que farão revezamento semanal, permanecendo uma semana com aulas presenciais e, nas seguintes, com aulas remotas.

Essa mesma proposta será feita nas EMEIs (Escolas Municipais de Educação Infantil). Inclusive elas também vão receber os alunos por período (matutino e vespertino). Os horários de entrada, tanto no matutino, quanto no vespertino, também serão adaptados para evitar aglomerações.

Já o retorno das atividades das escolas estaduais está programado para o dia 2 de agosto. A REE (Rede Estadual de Ensino) vai adotar as bandeiras do Programa Prosseguir que vão determinar como será a retomada das aulas presenciais.

As cidades que estão na bandeira cinza, por exemplo, iniciarão as aulas com 30% dos estudantes em sala. Já na bandeira vermelha, as escolas devem ter 50% dos alunos, bandeira laranja, 70% dos alunos e bandeira amarela 90% dos alunos devem estar em sala de aula. Somente os municípios na bandeira verde voltarão com aulas 100% presenciais.

(Mariana Ostemberg)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.