Com fiação furtada, postos de saúde encaminham pacientes para outras unidades

Divulgação/PMCG
Divulgação/PMCG

Pacientes da USF (Unidade de Saúde da Família) Aero Itália e da UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) Sírio Libanês ficaram sem os serviços de vacinação e atendimento odontológico nesta segunda-feira (17), após a fiação elétrica dos dois postos de saúde do norte da cidade terem sido furtadas.

De acordo com a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), os atendimentos médicos e de enfermagem foram mantidos, mas os pacientes que buscaram por serviços que necessitam de claridade foram encaminhados para outras unidades. Enquanto isso, a equipe de manutenção da secretaria foi acionada para avaliar a situação e, posteriormente, realizar os reparos.

Mais confusão

Já no Centro de Testagem, localizado na sede do Museu Dom Bosco, região central da cidade, a instabilidade no fornecimento de energia suspendeu temporariamente os atendimentos de testes para COVID-19 – revoltando pacientes que por vezes esperam mais de 5 horas para serem atendidos.

“Nós chegamos aqui com uma bebê de quatro meses e não queriam nos deixar ficar lá dentro, queriam que a gente ficasse na fila, no sol”, contou o campo-grandense André Duarte. “Isso mesmo tendo prioridade, minha esposa está amamentado”, lamentou.

Na manhã do último domingo (17), 1.049 clientes da Energisa ficaram sem luz no Centro. A concessionária informou que corte no fornecimento de energia ocorreu porque uma ave atingiu a rede elétrica. O serviço foi normalizado às 11h.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.