Deputados planejam atividades do 2º semestre

deputados

O segundo semestre das atividades na Assembleia Legislativa teve início na quinta-feira (1º) e os deputados retornaram do recesso parlamentar com planejamentos para as atividades que serão desenvolvidas até o fim do ano.

Entre os principais enfoques relatados pelos deputados estão melhorias nos setores de turismo, saúde, meio ambiente e infraestrutura. Além disso, está prevista a continuidade do contato com a população, a partir da realização de audiências públicas, entre outras iniciativas.

Eles não admitem ainda diretamente, mas está clara a preocupação deles com o período eleitoral, ainda que poucos tenham admitido até aqui a possibilidade de disputarem a eleição de prefeito. A preocupação com as bases partidárias ocupa o mesmo espaço que a discussão de temas relevantes e a apresentação de proposições.

O deputado estadual Antonio Vaz (PRB), presidente da Comissão de Saúde na Casa de Leis, destaca a necessidade de fiscalização na área da saúde e de apresentação de projetos que fortaleçam essa atividade. Segundo ele, a situação da saúde pública no Estado e no município é precária e, portanto, torna- -se importante a fiscalização dos investimentos das instituições do segmento. “Isso tem de ser resolvido, porque pessoas estão morrendo e nós não podemos brincar com vidas”, declarou.

Marçal Filho (PSDB), por sua vez, pretende aumentar o número de audiências públicas promovidas e de projetos apresentados. Além disso, ele abordará medidas de combate à depressão e transtornos mentais e, como presidente da Comissão de Obras e Serviço Público, ele promoverá melhorias no serviço público, como na aceleração na finalização de obras. “O lado das obras, mas o lado humano também, que tem de cuidar”, admite ele.

O também tucano Felipe Orro relatou que ampliará o trabalho na Capital e fortalecerá as bases no interior, discutirá a implantação de escolas em período integral, a concessão de incentivo fiscal para as regiões mais pobres do Estado e a realização de obras relacionadas à Rota Bioceânica. Além disso, ele buscará promover o asfaltamento da BR-450 que, segundo ele, encurtará 80 km na distância entre Campo Grande e Bonito, beneficiando o turismo na cidade. “Vai integrar toda aquela região para o turismo pesqueiro, para o turismo ecológico ou contemplativo em toda aquela região de Anastácio a Bonito”, pondera.

Lucas de Lima (SD), recentemente apontado como pré-candidato do partido à prefeitura, declarou que ainda não é período de campanha eleitoral e, portanto, estará focado nas atividades de deputado, apresentando mais projetos relacionados ao meio ambiente e à proteção animal à Assembleia Legislativa.

Ele, que atualmente preside a Comissão de Meio Ambiente, informou que terá como objetivo a apresentação de projetos para promover a preservação dos rios de Bonito, tema já discutido em audiência pública realizada no primeiro semestre. Além destes, ele pretende promover o debate acerca do seu projeto de lei sobre a instituição da “ronda Maria da Penha”, que será votado neste período.

Pré-candidatura

Recentemente, o deputado estadual Lucas de Lima foi anunciado como futuro representante do partido nas eleições à Prefeitura de Campo Grande, em 2020. A nomeação do deputado, que também foi vereador na Capital, foi feita em razão da sua popularidade, demonstrada por ter recebido o maior número de votos na última eleição, de acordo com ele.

“Eu tenho meu projeto ‘Gabinete popular’, em que eu saio daqui da Assembleia e vou para os bairros, a gente vai continuar fazendo isso, colocando a nossa equipe para trabalhar junto às pessoas, colhendo as informações do que é necessário para que Campo Grande melhore”, afirmou sem negar a pré-candidatura. Acesse também: Campeonato e copa mundial de FIFA 21 são cancelados

(Texto: Julia Renó)

Jornal Impresso

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *