Bastidores da política 20.08

Jornalismo de luto

O jornalismo de Mato Grosso do Sul perdeu ontem (19) Moacir de Castro Jorge, profissional que, por 45 anos, atuou com talento e dignidade nos mais diversos meios de comunicação do Estado. Foi repórter, redator, editor e apresentador. Criou e dirigiu uma agência de notícias de âmbito estadual, participou ativamente de todos os movimentos ligados à profissão. Deixa como legado a dedicação à profissão, o respeito aos profissionais e uma alegria que traduzia o entusiasmo com que encarava a vida. Jornalista sempre.

Sem remendo

Orientada pela direção nacional a buscar um entendimento interno, a senadora Soraya Thronicke (PSL-MS) conversou, ainda em Brasília, com o deputado federal Luiz Ovando (PSL-MS) sobre a possibilidade de uma acomodação interna, e ficaram de falar em Campo Grande. Tudo iria muito bem até que, numa entrevista em Dourados, a senadora disparou toda munição que tinha à mão contra o principal aliado de Ovando, deputado estadual Coronel David, chegando a dizer que ele estava de saída do partido, para citar a crítica menos incisiva.

Com remendo

Ainda assim, no fim de semana, o deputado Luiz Ovando continuava esperando por um contato para tratar desse assunto por aqui. Calmo e paciente, acreditava que um caminho poderia ser encontrado se houvesse boa vontade e chegou a comparecer ao evento de filiações promovido pelo grupo do partido que o tem excluído de decisões e cargos de comando, apesar do mandato. A rigor, se houver vontade, já ajuda um pouco, mas, entre os bolsonaristas, o ambiente continua tenso.

Pontos de fuga

Na audiência pública em que se discutiu a concessão da manutenção da MS-306, o governo do Estado revelou que pretende adotar o mesmo critério para outras rodovias, atacando finalmente os chamados “pontos de fuga” da BR-163, aquelas estradas estaduais que passam a ser utilizadas pelo transporte pesado que procura fugir dos pedágios. Ou seja, vêm aí pedágios para cercar quem foge de pedágios.

Blindagem

O prefeito Marquinhos Trad está orientando os companheiros mais diretos que, no campo das especulações ou fora deles, blindem a vice-prefeita Adriane Lopes. Ele (e todos os articuladores políticos) sabe que os tucanos estão de olho nessa vaga, numa eventual composição, mas não deseja colocá-la no tabuleiro. E o primeiro passo, assim, seria evitar que o assunto venha à tona. Se ninguém falar, não se abre negociação antes da hora. E, quando for a hora, sobram alternativas para que os alinhavos aconteçam com ele e o governador, preservando posições que eventualmente queiram preservar.

No roteiro

Mato Grosso do Sul está, definitivamente, no roteiro dos ex-candidatos a presidente da República. Depois de receber Ciro Gomes (PDT) e sua metralhadora giratória, chegou a vez do petista Fernando Haddad (PT) que vem cumprir um roteiro de palestras, entrevistas e contatos com o partido. Candidato a presidente nacional da legenda, não deve perder a oportunidade de buscar votos entre os delegados petistas. Quanto ao vencedor das eleições, Jair Bolsonaro, ainda nenhuma confirmação de uma visita a Mato Grosso do Sul.

Filiações

O PSL comemorou o plenarinho da Câmara Municipal lotado no sábado (17), durante o ato público que pretendia utilizar como campanha de filiação. Dentro do previsto, o discurso do pré-candidato a prefeito do partido, deputado Capitão Contar, foi contra a velha política, que segundo ele deve ser varrida pelos eleitores de dois em dois anos, numa referência às eleições do ano que vem. Não citou nomes nem partidos e, é claro, tomou o cuidado de não pedir votos.

Mais pesquisas

Não demoram a surgir as primeiras pesquisas eleitorais de Campo Grande. Setembro é o mês ideal para iniciar sondagens e estabelecer, a partir de uma sequência, a evolução das candidaturas. E não há ainda a necessidade de registro na Justiça Eleitoral, embora nem por isso os responsáveis por esses levantamentos não tenham de esclarecer tim-tim-por-tim-tim se alguém levantar dúvidas sobre a honestidade dos dados. (Guilherme Filho, Julia Renó, Laura Brasil e Marcus Moura)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.