Audiência vai debater projeto de apoio a alunos com Dislexia

Audiência vai debater projeto de apoio a alunos com Dislexia
Tela exibe senadora Mara Gabrilli (PSDB-SP) em videoconferência. Foto: Leopoldo Silvao/Agência Senado

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) vai debater nesta quarta-feira (15), a partir das 10h, um projeto que determina que o poder público mantenha um programa de diagnóstico e tratamento de estudantes com dislexia ou qualquer outro tipo de transtorno em sua aprendizagem. O PL 3.517/2019 (Substitutivo), da Câmara dos Deputados, é relatado pela senadora Mara Gabrilli (PSDB-SP), uma das autoras do requerimento para realização da audiência pública (REQ 18/2020).

Participarão do debate: O segundo-secretário da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional, Fauston Negreiros; a presidente do Conselho Regional de Fonoaudiologia do estado de São Paulo, Vera Regina Vitagliano Teixeira; a presidente da Associação Brasileira do Deficit de Atenção, Iane Kestelman; o professor Luis Augusto Rohde, do Departamento de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio Grande do Sul; e a pesquisadora Ana Luiza Navas, da Rede Nacional de Ciência para Educação.

Também estarão presentes: Gabrielle Maria Coury de Andrade, integrante da Associação Mato-Grossense de Dislexia; a presidente da Associação Brasileira de Dislexia, Maria Ângela Nogueira Nico; o pesquisador Augusto Buchweitz, do Instituto do Cérebro do Rio Grande do Sul; o psicólogo Rauni Jandé Roama Alves, especialista em neuropsicologia e psicopedagogia aplicada à neurologia infantil; a presidente da Associação Dislexia de São Paulo, Fabiola de La Lastra Helou; e Andrea Basílio Chagas, que tem dislexia.

A comissão aguarda a confirmação de representantes dos Ministérios da Educação e da Saúde e do Conselho Federal de Psicologia.

O texto em análise é um substitutivo ao Projeto de Lei do Senado (PLS) 402/2008, de autoria do ex-senador Gerson Camata, aprovado pela Câmara dos Deputados. O substitutivo designa que o poder público deve desenvolver e continuar mantendo programa de acompanhamento integral para educandos com dislexia, transtorno do deficit de atenção com hiperatividade (TDAH) ou outro transtorno de aprendizagem. O parecer da senadora Mara Gabrilli é que haja a aprovação.

Como participar

O evento será interativo: os cidadãos poderão enviar perguntas e comentários pelo telefone da Ouvidoria do Senado (0800 061 2211) ou pelo Portal e‑Cidadania, que podem ser lidos e respondidos pelos senadores durante o debate ao vivo. O Senado oferece uma declaração de participação, que poderá ser utilizada como horas complementares para acadêmicos. O Portal e‑Cidadania também recebe a opinião dos cidadãos sobre os projetos em tramitação no Senado, além de sugestões para novas lei

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *