Suspeitos pela morte de criança, casal de equatorianos é preso em MS

casal de equatorianos presos
Divulgação/Polícia Federal

A Polícia Federal cumpriu dois mandados de prisão, expedidos pelo STF, contra um casal de equatorianos envolvidos em homicídio de uma criança de oito anos no Equador. A primeira prisão aconteceu aconteceu na quinta-feira (11) e a segunda na tarde de ontem (13) no município de Corumbá – distante 426 quilômetros de Campo Grande.

Conforme o Diário Corumbaense, o homem de 39 anos foi preso depois que a mulher que estava com ele, entregou a uma atendente de uma agência bancária, no dia 10 de novembro, um bilhete com o seu nome e os dizeres: “estoy em peligro” (estou em perigo).

Enquanto o suspeito utilizava os serviços do banco, sem que ele percebesse, a mulher contou rapidamente à bancária que o homem teria matado a filha dela no Equador e a teria sequestrado e trazido para o Brasil. A funcionária do banco repassou as informações para a Polícia Civil, que, em diligências, confirmou que o homem é suspeito pela morte da enteada.

Em conjunto, as policias Civil e Federal e autoridades equatorianas localizaram e prenderam o suspeito em flagrante. Durante a investigação, os policiais confirmaram que, além dele, o nome da mãe da criança consta na Interpol, após ter sido constatado que ela também é suspeita de envolvimento na morte da própria filha. 

Na tarde deste sábado, policiais federais cumpriram a ordem de prisão da equatoriana, expedida pelo ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), após pedido feito pelo Escritório da Interpol no Brasil.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *