Corpo de homem que morreu soterrado é encontrado

soterrado
Foto: Divulgação/PCMS

Equipes do corpo de bombeiro realizaram a retirada do corpo do trabalhador que morreu soterrado por grãos de soja. As buscas terminaram nesta quarta-feira (14). César dos Santos, de 22 anos, foi soterrado nesta segunda (13), em um armazém, localizado à margem da rodovia MS-306, no polo empresarial de Chapadão do Sul, município distante cerca de 331 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, a vítima estaria realizando a limpeza do armazém quando se soltou de um cabo ligado ao cinto de segurança. Dessa forma, quando voltou a limpar o armazém, o jovem escorregou e caiu.

A busca

O Corpo de Bombeiros de Chapadão do Sul, junto com a Polícia Civil e perícia técnica, realizaram as buscas que iniciaram por volta das 17 horas de ontem (13). Entretanto, a procura se mostrou complexa.

Segundo os bombeiros, o local é de difícil acesso e não tem iluminação. Portanto, as buscas tiveram que ser paralisadas para recomeçarem na manhã de hoje. Além disso, outra dificuldade presente foi a impossibilidade de usar máquinas para a retirada dos grãos, observado o cuidado em preservar o corpo.

A operação de resgaste realizou um trabalho manual, retirando os grãos sem o auxílio de máquinas, mas sim com os próprios bombeiros. Dado as circunstâncias, o trabalho se mostrou eficaz.

O corpo de César foi achado e retirado do sumidouro por volta das 11h23 e encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) de Paranaíba. César era natural do Piauí e estava em Chapadão do Sul a menos de um mês, para trabalhar. A família do rapaz está toda no Nordeste.

 

Acesse as redes sociais do O Estado Online no Facebook Instagram.

 

 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.