“Percebemos a alegria das crianças”, diz secretária sobre volta às aulas

aulas

Os alunos da Rede Municipal de Ensino (Reme) de Campo Grande retornaram às aulas no sistema presencial escalonado nesta segunda-feira (26). Com diversos protocolos para evitar a Covid-19, a volta ao ensino presencial ocorre após 1 ano e 4 meses.  

O Estado Online entrou em contato com a Secretária Municipal de Educação, Elza Fernandes. Ela explicou de que forma a pasta se preparou para esse momento. 

“Toda escola organizou o seu POP que é o Procedimento Operacional Padrão de acordo com a realidade de cada unidade. As medidas que estamos adotando são todas as exigidas pela Vigilância Sanitária e a Saúde”, enfatizou.

Retorno às aulas foi avaliado como positivo pela titular 

Algumas das normas de biossegurança determinam que os alunos não terão intervalo para fazer as refeições  Assim, elas serão servidas dentro das salas de aula. Também será feita aferição da temperatura. Além disso, fica disponibilizado material para a higienização das mãos. Mas, é exigido o uso de máscara de proteção nas dependências das instituições.

Além disso, também deverá ser cumprido o distanciamento de 1 metro a 1.5 entre os alunos e profissionais. Para conseguir o afastamento necessário, as salas de aula terão ocupação entre 25% e 50% com revezamento semanal dos estudantes. Com o objetivo de evitar aglomerações, as escolas alteraram os horários de entrada no período matutino e vespertino de acordo com cada turma.

Questionada, a secretaria avaliou como positivo a volta das aulas presenciais. “É de suma importância esse retorno para os nossos alunos não só pela questão pedagógica, mas também do socioemocional. Em visita às unidades escolares hoje nós percebemos a alegria das crianças, então esse momento é muito importante para a nossa educação municipal”, afirmou.

Os pais e responsáveis devem manifestar por escrito se os alunos irão frequentar as aulas presenciais. A Secretaria Municipal de Educação (Semed) informou que o documento está disponível nas unidades escolares e também no site.

Veja também:

Confira a versão digital do jornal O Estado

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *