Parceria Público-Privada ligará Pantanal da Nhecolândia ao Paiaguás com 45 km de estrada até 2022

(Foto: Chico Ribeiro/Governo de MS)
(Foto: Chico Ribeiro/Governo de MS)

Durante reunião na Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul, o presidente Paulo Corrêa anunciou a parceria que vai levar 130 km de estradas para ligar o bioma pantanal da Nhecolândia ao Paiaguás, que sai da Fazenda Novo Horizonte, de propriedade de Carlos Guaritá, em direção a Porto Rolon, em Corumbá.

Para Paulo Corrêa, a iniciativa dos produtores Jaime Vallér, que também é diretor do Jornal O Estado de MS, e Estado Play, Roberto Mata e Roberto Faed que indicaram o projeto, vai fazer escoar de forma mais rápida a produção da região. “A articulação veio por meio da Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul junto ao Governo do Estado e contou com a participação decisiva do Eduardo Riedel, que foi quem nos auxiliou para que a obra pudesse chegar a esse ponto de anunciar os primeiros 45 km já em 2022 dos 130 km totais”, afirmou.

Já para o presidente do Sindicato Rural de Corumbá, Luciano Leite, a parceria Público Privada é fruto de um projeto que foi buscado pelos produtores rurais do município de Corumbá, e será entregue agora ao governo do Estado, para que a obra possa ser licitada.

“É uma realidade que melhorar a região, antes o transporte era feito somente por comitiva, o custo dos insumos para nós e para as comunidades ribeirinhas agora vai ser melhor, o projeto não beneficia apenas produtores rurais”, finaliza Leite.

Ainda durante a reunião, foi anunciada a construção de uma  escola na antiga Embrapinha, ao lado do Leilão Novo Horizonte, serão seis salas de aula. A instituição também será sede do Senar e a Famasul no contraturno para aplicar cursos inerentes à produção rural.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.