Em MS, Receita encontra 245 sonegações em operação de Malha Fiscal da Pessoa Jurídica; valores equivalem a R$ 27,18 milhões

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Receita Federal iniciou mais uma operação de (IRPJ) Insuficiência de Declaração do Imposto Sobre a Renda das Pessoas Jurídicas e da CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido). Em Mato Grosso do Sul foram constatadas 245 sonegações, no valor de R$ 27.187.181.

Devido ao lucro presumido do ano-calendário 2018, foi encaminhada comunicação a 16.135 contribuintes de todo o Brasil.

O total de indício de insuficiência verificado nesta fase da operação, apenas para os ano-calendário de 2018, é de aproximadamente R$ 2,5 bilhões, para todo o País.

A operação faz parte do trabalho de Malha Fiscal da Pessoa Jurídica, que realiza análise de dados e cruzamento de informações prestadas pela própria pessoa jurídica e por terceiros, objetivando a regularização espontânea das divergências identificadas.

A partir do cruzamento de informações, foi identificada insuficiência de declaração e recolhimento no ano-calendário 2018 e enviados avisos de autorregularização por via postal e por meio de mensagem na caixa postal no e-CAC (centro de atendimento virtual) da Receita Federal com prazo até 13 de dezembro de 2021, após o qual será realizada nova verificação nas declarações.

Na etapa seguinte, os contribuintes que não se regularizarem, estarão sujeitos ao lançamento de ofício.

Veja a informação por Estado:

Divulgação/Receita Federal

 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.