Delegado descarta suicídio de pastor na Capital

O Estado Online
O Estado Online

O Delegado Titular da 5ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande, Gustavo Bueno descartou a suspeita de suicídio no caso da morte do pastor Valdenei Lopes de Sousa. Agora, a partir desta terça-feira (31), a investigação trabalha apenas com a hipótese de homicídio, como explicou com exclusividade para o Estado Online. 

Segundo Bueno, as autoridades fizeram diversas oitivas e várias pessoas foram ouvidas. Inclusive nesta manhã, a esposa do pastor está sendo ouvida na delegacia. O delegado ainda espera pelo laudo pericial, que deve sair entre hoje e amanhã, para descobrir a causa da morte.

A partir de hoje, os investigadores e o delegado vão refazer os últimos passos das vítimas, reconstituindo a cena do crime para ouvir mais pessoas na região onde o corpo foi encontrado. ”Essa vai ser a peça chave na tentativa de encontrar o autor e a motivação do crime”.

Corpo encontrado

Desaparecido há três dias, o corpo do pastor Valdenei Lopes de Sousa, 28 anos, foi encontrado na quinta-feira (26), no Rio Anhanduí, no cruzamento da Avenida Ernesto Geisel com a Rachel de Queiroz, no bairro Aero Rancho. Confira a matéria aqui.

(Com informações do repórter Itamar Buzzatta)

Mais notícias de Mato Grosso do Sul no Jornal Impresso

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.