Aquário do Pantanal terá orçamento de R$ 40 mi para 2020

Previsto para ser concluído em um ano, o Aquário do Pantanal terá um orçamento de R$ 40 milhões em 2020. O valor está R$ 10 milhões acima do orçamento estimado neste ano, que era de R$ 30 milhões. O novo valor foi dito pelo próprio coordenador de obras, Gamaliel de Oliveira Jumurenha, e confirmada pela Agesul (Agência de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul).

De acordo com Jurumenha, o governo ainda espera trabalhar com o valor abaixo dos R$ 40 milhões. “Em torno de R$ 40 milhões para terminar. Nós estamos trabalhando nesse valor. A determinação do secretário [Murilo Zauith] é que fosse até R$ 40 milhões e que a gente se empenhasse para trabalhar com uma valor abaixo disso. Para a estrutura metálica já foi licitado o valor de R$ 1,8 milhões, a do vidro ficou R$ 380 poucos mil, monocapa em torno de R$ 4,3 milhões”, detalhou.

E mesmo com as licitações em andamento, a dificuldade em fazer os serviços continuam. Em novembro, já era para ter iniciado a substituição de vidros, que teve como vencedora Gomes & Azevedo LTDA. No entanto, a empresa pediu prorrogação do prazo por estar com dificuldades de obter o material necessário para a execução do serviço. “Sendo assim, por hora, a prorrogação de prazo nada se refere a capacidade de execução dos trabalhos. Com base na documentação apresentada no processo licitatório, ela [empresa] foi habilitada em cumprimento do requisito da comprovação da qualificação técnica exigidas no edital”, garantiu a Agesul em nota.

A execução dos serviços da cobertura metálica na parte descoberta do ‘telhado’ do Aquário do Pantanal está prevista para começar em 2020 com duração de cerca de 6 meses. Além da instalação dos vidros, a forração da monocapas, que são as colunas vermelhas destacadas na estrutura, também vão passar por reformulações. A construção dos forros internos da biblioteca e auditório serão feitos a partir do próximo mês, segundo a agência do governo.

Licitações para conclusão

A Agesul informou que até o momento foram realizadas três licitações de modalidade concorrência para conclusão do Aquário com um custo total de R$ 6,4 milhões as três. A primeira foi a substituição dos vidros enquanto a segunda foi referente a licitação para cobertura metálica, onde a empresa Montagna Estruturas Metálicas venceu o certame. Ainda conforme a Agesul, o contrato foi assinado no dia 26 de novembro e a ordem de início dos serviços deve sair nesta semana e, a partir de então, a empresa terá cinco dias para dar início a execução da obra.

A terceira e última, foi feita para o revestimento composto, monocapa, porém, as duas empresas que concorreram no processo licitatório foram inabilitadas pela Comissão de Licitação por ausência de cumprimento de exigências previstas no edital. Um prazo foi dado para que ambas se readequassem. “No entanto, as empresas não cumpriram com o estabelecido e o certame foi declarado fracassado e uma nova licitação será aberta”, informou a Agesul.

Por enquanto, o governo não tem nenhuma licitação em aberto, entretanto, estão previstas para janeiro as próximas licitações. “A impermeabilização dos tanques para colocar os peixes será feita e a cenografia antiga retirada. Todos os tanques tiveram vazamento quando testados. Como as obras estão paradas há muito tempo, as paredes da estrutura e a laje dilatam. Então, para resolver este problema, iremos impermeabilizá-los. Primeiro, tiramos a cenografia antiga do tanque, para, em seguida, selarmos com permeabilizante”, reforça o responsável, Gamaliel.

Para 2020 é esperado uma agilidade maior no andamento do projeto, visto que as obras reiniciaram em 2014.

(Texto: Thais Cintra e Rafaela Alves)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.