Costa Rica deixa Sinop no chinelo e espera o Cuiabá

O Costa Rica surpreendeu na noite de quarta-feira (14) e conquistou a vaga para as quartas de final da Copa Verde, até então inédita para os sul- -mato-grossenses. Mesmo com a vantagem do empate, o grupo entrou determinado a ignorar a posição de visitante e marcou 3×0 no Sinop, no Gigante do Norte.

A única opção para o Galo do Norte era a vitória. Mas o Costa Rica, de uniforme azul, foi incisivo desde o início e não deu chance para a zaga adversária ao abrir o placar aos 3 minutos. Kanu recebeu a bola pela direita, correio do meio campo até a área e chutou baixo no canto esquerdo.

O cenário continuou parecido até a metade do primeiro tempo, quando o adversário começou a reagir. Aos 18, o camisa 1 do Costa Rica se machucou e teve de ser substituído por Renan. Nesse momento o dono da casa cresceu, mas não finalizou. Após falta que interrompeu o contra-ataque da Cobra do Norte, Juninho cobrou o lance e o zagueiro Jeferson subiu e ampliou o placar. O que parecia ruim para os mato-grossenses, ficou ainda pior. Aos 44 minutos, Sena entrou na grande área pela esquerda e chutou forte, sem chances de defesa. “Esse gol foi muito importante porque deu tranquilidade para a equipe. Só tenho que agradecer ao professor [o técnico Mário Tilico] e ao grupo por isso”, diz o jogador.

Para o comandante do time, o saldo de gols foi uma surpresa. “A equipe entrou determinada. Com toda sinceridade, a gente tinha certeza de que conseguiríamos a classificação, com um empate ou até uma vitória simples, mas não dessa forma. Então entramos, fizemos um jogo aberto, em que criamos várias oportunidades e elas foram definidas em gols”, diz.

O segundo tempo não teve bola na rede, mas o domínio da partida continuou por parte do Costa Rica. Após algumas substituições o Sinop foi mais para a frente, mas nada que mudasse o placar. Um dos substitutos, Cristian, ainda piorou a situação do mandante quando marcou falta no goleiro Renan e foi expulso com um vermelho.

Nas quartas, Cobra do Norte enfrenta equipe destaque do Brasileirão B

Nas quartas, o Costa Rica encara o “grande” Cuiabá, que ficou “pequeno” diante do Iporá após derrota de 1×0. Mas a vantagem conquistada no jogo de ida permitiu que os cuiabanos levassem a melhor na disputa de pênaltis. A primeira partida das quartas de final está prevista para o dia 4, no Laertão, e a volta será dia 11, na Arena Pantanal.

O Cuiabá, o atual tricampeão mato-grossense, está em oitavo na Série B, a apenas um ponto do G4 que classifica para a Série A. “Vamos jogar contra uma equipe com uma condição muito melhor que a nossa. Nós não tivemos nem uma pré-temporada. Então se formos olhar friamente, o Cuiabá tem todas as condições de nos vencer”, admite Tilico.

Ao mesmo tempo, acredita que nada é impossível. “Nós também podemos vencer. Não vamos jogar com um time de outro planeta, são seres humanos como nós. Podem ter um planejamento que não tivemos, mas vamos trabalhar para vencer. Vamos dar uma folga para o grupo, que está desgastado, e já voltamos aos treinamentos”, finaliza o treinador.

O outro representante do Estado, o ABC, enfrenta o Luverdense na terça-feira (20), às 20h, no Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde-MT. Com o revés de 2×3 no jogo de ida, o time precisa vencer por pelo menos um gol de diferença para levar a decisão aos pênaltis. (Danielle Mugarte)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.