Bragantino, Fluminense e América-MG se classificam à Libertadores

Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

Os donos das vagas à próxima Libertadores que faltavam ser definidas no Campeonato Brasileiro foram conhecidos nessa quinta-feira (8). O Red Bull Bragantino se classificou à fase de grupos da competição continental de maneira direta, enquanto Fluminense e América-MG disputarão a etapa preliminar. Eles se unem a Atlético-MG, Flamengo, Palmeiras, Fortaleza, Corinthians e Athletico-PR, que já estavam assegurados.

O Massa Bruta derrotou o Internacional por 1 a 0 no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP), chegando a 56 pontos e garantindo o sexto lugar do Brasileiro. É a primeira vez que o clube do interior de São Paulo, que passou a competição inteira entre os seis primeiros colocados, disputará a Libertadores.

A partida caminhava para um empate sem gols até os 47 minutos do segundo tempo, quando Artur recebeu do também atacante Alerrandro e decretou o triunfo paulista. Com a derrota, o Colorado permaneceu com 48 pontos, em 12º lugar, tendo como consolação a vaga na próxima Copa Sul-Americana, da qual o Braga foi vice-campeão neste ano.

O Fluminense bateu a lanterna Chapecoense por 3 a 0 no Maracanã, no Rio de Janeiro, garantindo-se pela segunda temporada seguida na maior competição de clubes do continente. Os cariocas encerraram a Série A na sétima posição, com 54 pontos, ficando com a vaga na fase preliminar da Libertadores. O Verdão do Oeste, em contrapartida, despediu-se da primeira divisão com apenas 15 pontos, e a pior campanha de um clube na era dos pontos corridos, iniciada em 2003.

Os três gols saíram no segundo tempo. Aos três minutos, o lateral Marlon cobrou escanteio e o zagueiro David Braz concluiu para as redes. Aos 13, o atacante Luiz Henrique bateu da entrada da área, a bola acertou as duas traves e entrou. Nos acréscimos, o atacante Abel Hernández foi lançado na área e chutou no canto do goleiro João Paulo, definindo o placar.

Já o América-MG venceu o São Paulo por 2 a 0 no Independência, em Belo Horizonte, classificando-se pela primeira vez à competição continental. O Coelho foi a 53 pontos e manteve o oitavo lugar, assegurando a última vaga à pré-Libertadores. O Tricolor Paulista, com 48 pontos, encerra o campeonato na 13ª posição e disputará a Sul-Americana em 2022.

Assim como no Maracanã, as redes do Independência só balançaram na etapa final. Aos 12 minutos, Ademir recebeu passe de costas do também atacante Felipe Azevedo e finalizou no canto. Quatro minutos depois, o camisa 10 foi lançado pelo volante Juninho, tirou do goleiro Tiago Volpi e ampliou, fazendo o segundo dele, para festa da torcida mineira.

O Atlético-GO, que tinha chances de ir à Libertadores, venceu os reservas do Flamengo por 2 a 0 no estádio Antônio Accioly, em Goiânia, mas os triunfos de Fluminense e América-MG adiaram o sonho. O Dragão foi aos mesmos 53 pontos do Coelho, ficando atrás no saldo de gols. O Rubro-Negro carioca, com 71 pontos, finalizou o Brasileiro como vice-campeão.

Aos 36 minutos da etapa final, o volante Marlon Freitas cruzou pela direita e o atacante Lucão, de cabeça, abriu o marcador para a equipe da casa. Nos acréscimos, foi a vez de Marlon Freitas deixar o atacante Toró na marca do pênalti para desviar de primeira e definir a vitória atleticana.

Outro que sonhava com vaga na maior competição do continente era o Ceará, que teve a meta frustrada pela derrota por 1 a 0 para o Palmeiras, na Arena Barueri, na grande São Paulo. O Verdão, que foi a campo com reservas e garotos da equipe sub-20, encerrou a competição em terceiro, com 66 pontos. O Vozão, com 50 pontos, ficou em 11º, com vaga na Sul-Americana. O gol do triunfo alviverde saiu dos pés do atacante Kevin, aos 41 minutos do primeiro tempo.

(Agência Brasil)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.