Artilheiro do Brasileirão, Calleri sonha com quebra de tabu

Calleri
Foto: São Paulo

Para o torcedor são paulino, cada minuto a espera de Jonathan Calleri valeu a pena. Artilheiro do Brasileirão e principal esperança do tricolor, o atleta espera quebrar um tabu que já dura 50 anos.

O último jogador estrangeiro do torneio foi o uruguaio Pedro Rocha, também do São Paulo, em 1972, com 17 gols marcados no brasileirão. Na ocasião o prêmio de maior goleador foi dividido com Dadá Maravilha, do Atlético Mg. Para atingir esse objetivo, o atacante só precisa marcar mais 10 vezes em 29 jogos por disputar.

Calleri busca fazer história com a camisa do São Paulo. A garra argentina combinada com os bons números fizeram com que se criasse uma forte identificação com a torcida. O jogador foi contratado em definitivo no último mês, para alívio do torcedores.

Além desse recorde, o goleador tem a chance de alcançar um feito ainda maior nesta temporada: entrar no top-3 de artilheiros estrangeiros do São Paulo. Os dados são de um levantamento realizado anualmente pelo próprio clube.

Para isso, porém, ele precisará fazer mais nove gols em 2022 – ele já tem 16 na temporada. Caso alcance os 25 gols neste ano, ele irá se igualar ao também argentino Gustavo Albella, que na década de 50 fez 46 gols pelo clube, se tornando o artilheiro do time na época.

 

Acesse as redes sociais do O Estado Online no Facebook Instagram.

 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.