Após títulos, Bia Haddad será cabeça de chave em Wimbledon

Bia Haddad
Foto: Divulgação

A paulistana Bia Haddad foi confirmada, nesta terça-feira (21), como cabeça de chave número 23 (entre 32 atletas) do Torneio de Wimbledon, em Londres (Grã-Bretanha), um dos quatro maiores torneios do tênis mundial, os Grand Slams. É a primeira vez que uma brasileira alcança o feito desde 1968, com Maria Esther Bueno no US Open, em Nova York (Estados Unidos).

A tenista vive uma fase especial. Ela se credenciou a ser cabeça de chave após Faturar o WTA 250 de Nottingham (simples e duplas) e de Birmingham. Este último foi conquistado depois de superar a romena Simona Halep, campeã de Wimbledon, na semifinal. Na decisão, a adversária abandonou a partida ainda no primeiro set, alegando dores no pescoço.

Atualmente, a tenista ocupa o 29º lugar no ranking da Associação de Tênis Feminino (WTA, sigla em inglês).

Nesta segunda-feira, 20, a brasileira estreou o WTA 500 de Eastbourne, na Inglaterra, com vitória sobre Kaia Kanepi, seu algoz em Roland Garros. Bia vai disputar as oitavas de final nesta quarta-feira e ainda aguarda a definição de sua adversária. Com o triunfo, ela chegou ao 11º jogo de invencibilidade.

Além de Bia, Laura Pigossi também representará o tênis brasileiro feminino em Wimbledon, encerrando um tabu de 33 anos da última vez que o país teve duas jogadoras na chave principal de um Grand Slam, com Niege Dias e Andrea Vieira no Torneio de Roland Garros, em Paris (França). A paulistana de 27 anos, 124ª do ranking mundial, garantiu-se com a desistência da japonesa Naomi Osaka, ex-número um do mundo, que não se recuperou a tempo de uma lesão no tendão de Aquiles.

Com informações de Agência Brasil. 

 

Acesse as redes sociais do O Estado Online no Facebook Instagram.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.