Sul-mato-grossenses não tem MS como 1ª opção para feriado

A semana do saco cheio é uma das melhores épocas do ano para se viajar, é o momento que as pessoas escolhem para relaxar e esquecer os problemas que ficaram em casa. Aqueles que se programaram com antecedência conseguiram encontrar pacotes com valores acessíveis. Quem comemora são as agências de viagens que tem aumento nas vendas de pacotes. Aqui em Mato Grosso do Sul destinos regionais não estão na lista de preferência do sul-mato-grossense.

De acordo com a proprietária da agência Viaje Mais Turismo, Alessandra Duailibi, localizada na rua da Paz, o litoral nordestino lidera a preferência todos os anos.“O que as pessoas mais procuram é praia, o sul-mato-grossense procura praia no geral, Maceió, João Pessoa, Natal, principalmente essas três. Só para você ter uma ideia, um hotel com tudo incluso, foi fechado semana passada, ele deu R$ 5.500 por pessoa, vai um casal, então ficou R$ 11 mil para esse casal. Se tivéssemos feito só com café da manhã, esse valor seria praticamente a metade” explica a empresária.

A gerente da agência de turismo “Condor Turismo”, Vanessa Ramos, que fica na rua Euclides da Cunha, explica que os preços para viajar para fora do Estado, principalmente se tem passagem aérea inclusa varia de R$ 190 a R$ 1.500 dependendo do destino, da condição financeira e da antecedência em que a viagem foi programada.

Quando você compra uma passagem aérea, por exemplo, uma passagem Campo Grande São Paulo, ela pode custar uma média de R$ 190 a R$ 1.500. Qual a diferença disso aí? O aéreo não é igual ao rodoviário, que é um preço fixo, conforme a aeronave vai lotando, ela vai ficando mais cara. Você pode pegar o mesmo voo que eu, embarcar na mesma data e eu pagar R$ 190 e você R$ 1.500. Então assim, tudo depende se naquela data saiu alguma promoção do final de semana, ou até mesmo durante a semana, depende da antecedência”, ressaltou a gerente.

Vanessa esclarece que tem diferença de pacotes para o Nordeste fechados muito em cima da hora e os que foram comprados no começo do ano. “Se eu procurar um pacote para o Nordeste, por mais que seja um hotel três estrelas e procurar para embarcar no feriado eu vou pagar R$ 2 mil, mas teve gente que comprou em abril, maio, pagou R$ 900. Não tem como saber o mais cara e o mais barato, depende da data que eu vou viajar, depende da antecedência que ela se programou”, conclui.

Para quem deixou de se programar, mas decidiu aproveitar o feriado prolongado, a vendedora da agência CVC, Karla Pereira, que fica na rua Vinte e Cinco de Dezembro, conta que muita gente procura pelos destinos de Caldas Novas no Estado de Goiais e Olímpia, em São Paulo.

Na verdade a maioria das pessoas já compraram, eles compram com antecedência, mas quem compra de última hora, acaba optando por Olímpia, Caldas Novas, porque dá pra ir de carro e acabam comprando só a estadia nos hotéis”, relatou. Para uma viagem mais tranquila, a maioria das pessoas optam por contratar os pacotes das agências de turismo. (Bruna Marques)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.