Celeiro da pecuária, MS atrai grandes confinamentos

Crédito: M.F.G. Agropecuária/Divulgação
Crédito: M.F.G. Agropecuária/Divulgação

Agropecuária abre empreendimento em Terenos para 60 mil cabeças de bovinos

A empresa M.F.G. Agropecuária instalou recentemente em Terenos um confinamento para engorda de animais com capacidade para 60 mil cabeças. O planejamento para a abertura foi realizado em torno de seis meses e agora a expectativa é de que chegue a cerca de 80 pecuaristas. O empreendimento também tem uma equipe de originadores, que são pessoas que vão até a fazenda apresentar a atividade.

Para o diretor da M.F.G. Agropecuária, Arnaldo Eijsink, Mato Grosso do Sul foi escolhido por ser um Estado de destaque em se tratando do setor de agro. “Chegamos aqui a este Estado importante de pecuária em nível nacional para oferecer a todos os pecuaristas a oportunidade de eles trazerem os animais até nós e, com nossa tecnologia e inovação, engordar esses animais e fazer o acabamento que hoje o mercado busca”, ressalta.  Além disso, com a chegada do boitel em Terenos, cerca de 55 empregos diretos podem ser gerados.

Confinamento
O período máximo em que o animal fica confinado é de, aproximadamente, 100 dias, tendo a Marfrig, de Bataguassu, como frigorífico exclusivo.

“O animal fica conosco e a gente prepara e engorda para encaminhar para o frigorífico que temos contrato, que é o Marfrig, em Bataguassu. É exclusivo para o Marfrig”, ressalta Eijsink. Ainda conforme o diretor da empresa, a intenção é comprar os insumos para engorda dos animais em Mato Grosso do Sul, como por exemplo sorgo, milho e outros produtos das indústrias de alimentos. Em Coxim já existe um mini confinamento há 5 anos para 5 mil animais, mas este é o primeiro com ampliação máxima.

Parceiros

De acordo com o gerente de confinamento da M.F.G., Wagner Schio, a empresa está focada em encontrar parceiros. “O nosso foco principal é a busca de parceria dos produtores da região de MS. Vamos trabalhar na forma de arroba produzida, conforme a gente produz a arroba de um animal do parceiro ele nos onera com um valor pré-estipulado antes de começar o processo e, aí, ele vendendo futuramente esse animal para o Marfrig, com exclusividade”, explica.

M.F.G. Agropecuária

A empresa existe há dez anos no mercado e conta com dez confinamentos espalhados pelos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Goiás e Rondônia. Atualmente, são confinados 300 mil animais ao ano no total. Com auxílio da M.F.G., o cliente poderá utilizar a infraestrutura da empresa e alimentação como num sistema de hotel, pagando uma diária para engorda do seu rebanho ou por meio de parceria, que busca trabalhar com arroba produzida. Pequenos, médios e grandes produtores que tiverem interesse podem entrar em contato por meio do telefone (64) 99956-8174 ou pelo site www. mfgagropecuaria.com.br.

Texto: Izabela Cavalcanti

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.