VÍDEO: Entregador é imobilizado com mata-leão por agentes de trânsito

Foto: Reprodução/Redes Sociais
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Na tarde desta quinta- feira (09), um moto entregador, de 30 anos, foi imobilizado com um “mata-leão” por agentes de trânsito da Capital. A ação foi gravada por populares que passavam pelo local e presenciaram a agressão. O caso ocorreu em frente a um shopping do centro.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, os agentes da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), realizavam uma ação de tirar fotos das placas de veículos para contatar motoristas para realizarem a retirada dos carros e motos do local, pois haveria um evento que ocuparia o espaço.

Foi neste momento que o moto entregador estacionou a motocicleta no meio fio em frente ao shopping, para buscar uma encomenda. Quando percebeu os agentes de trânsito tirando fotos da placa da sua moto, questionou um dos funcionários sobre o objetivo das fotos. Ainda segundo o boletim de ocorrência, os agentes relataram que o homem estava nervoso com a ação e, ao não ter resposta do agente sobre o motivo das fotos, retirou o celular das mãos do funcionário. Os agentes teriam pedido para o condutor da moto devolver o aparelho. Irritado, o homem teria partido para cima dos agentes.

Os funcionários teriam reagido e imobilizando a vítima, aplicando um golpe conhecido como mata-leão, onde a pessoa é segurada pelo pescoço, evitando a passagem de ar. O boletim de ocorrência consta que a motocicleta estava com documentos atrasados e em nome de outra pessoa.

O entregador apresentou o vídeo da ação ao policia. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, como desacato, vias de fato, lesão corporal dolosa e ameaça. A reportagem do Estado Online tentou contato com a Agetran mas ainda aguarda posicionamento.

 

Acesse também as redes sociais do Estado Online no Facebook Instagram.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.