Três cidades do MS registram novas mortes por gripe

O novo boletim epidemiológico da SES (Secretaria de Estado de Saúde), apontou que o número de mortes por influenza em Mato Grosso do Sul subiu para 49. Os óbitos mais recentes foram registrados em Campo Grande, Dourados e Nioaque.

O H1N1, é a principal causa da morte, tendo feito, 44 vítimas; a influenza A não subtipado, três; e a H3N2, dois. Em todo Estado o número de casos notificados supera a 1,2 mil.

Das cidades que registraram mortes, a Capital lidera no número de casos identificados com 632, sendo que em 18 casos as vítimas não resistiram, o mais recente registrado foi uma mulher, de 45 anos, que era portadora de diabetes. Em Dourados, a segunda maior cidade do Estado, foram 32 casos identificados, o segundo caso de morte no município veio após um homem, 42 anos, falecer em decorrência da doença.

Já em Nioaque, apenas 9 casos foram identificados, e a 2ª morte foi registrada, sendo um homem, 44 anos, portador de diabetes.

Dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, 30 não atingiram a meta de imunizar 90% do grupo de risco durante a campanha de vacinação contra a gripe. Entre os municípios que não atingiram a meta estão Campo Grande, Dourados e Ponta Porã. (Graziella Almeida)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.