Nando se exalta, mostra dedo e é retirado do tribunal

No julgamento, Luiz Alves Martins Filho, conhecido como Nando, começou a se exaltar e apresentar comportamento agressivo perante o Juiz e os jurados. O acusado levantou o tom de voz, mostrou o dedo para imprensa e falou sobre a existência de demônios no tribunal.

A decisão tomada pelo Juiz, é que o serial killer fosse retirado do local, para que se conter e manter a calma. Algemado, Nando foi retirado do local pelos policiais, mas socou a cabeça contra parede. Momentos antes, ele teria se estapeado e chorado em frente aos jurados, dizendo que não era culpado pelos crimes e só confessou, pois era torturado pela Polícia.

Conforme o defensor público, Rodrigo Antônio Stochiero, Nando se exaltou ao perceber que estava sendo filmado, por isso ficou agressivo. O Corpo de Bombeiros foi acionado para prestar os primeiros-socorros, mas ele passa bem. “Ele está emocionado, até fiquei impressionado quando ele começou a se estapear, em 10 anos de defensoria, nunca cheguei a ver isso.”

O julgamento

O julgamento desta sexta-feira (23), Nando é acusado do assassinato de Eduardo Dias Lima, que era conhecido como “Eduardinho” e na época tinha 15 anos. O jovem foi morto asfixiado por uma correia de máquina de lavar roupas, após roubar duas garrafas de Nando, em 2015.

Nando é acusado de cometer uma série de assassinatos, no período de 2012 a 2016, no bairro Danúbio Azul, localizado na região norte de Campo Grande. Ele teria assassinado cerca de 16 pessoas, todas com mesmo perfil, sendo mulheres jovens e vulneráveis, que tinham envolvimento com drogas. (Graziella Almeida com Rafaela Alves)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.