Grupo de MS lança app para democratizar a Ciência

GrupoGrupo de MS lança app para democratizar a Ciência de MS lança app para democratizar a Ciência

Grupo de MS lança app para democratizar a Ciência. É uma ideia coletiva do Grupo Nhande Arandu – Da inteligência humana à inteligência artificial, que vem desenvolvendo desde o ano, passado em Mato Grosso do Sul, muitas exposições, rodas de conversa, palestras. O nome do aplicativo é Museu Virtual e está disponível para Google Play e Apple Store, por meio deste link http://www.nhandearandu.com/

“Nosso objetivo como grupo com projeto científico é fazer com que a Ciência seja mais democrática porque nossos ‘alvos’ são crianças e adolescentes. O que abrange nível básico, médio e técnico aqui do Estado”, pontua Juliene Melo e sou integrante da organização.

Então, para ela, fazer com que este tipo de conhecimento chegue mais perto deles (crianças e adolescentes) é romper este muro. Isto porque quando se fala de Ciências logo pensamos em uma coisa distante, algo fora da realidade. “Mas não! Ela está aqui e em toda parte. A ideia do aplicativo é exatamente isso. Baixando o app você vai ter vídeos e publicações interativas, além de curiosidades e informações. São muitas possibilidades na palma da sua mão, a um clique”, explica Juliene.

Mas, a gente sabe que não é todo mundo que tem um celular e se tem pode ser que não possa baixar. “Porém este é um passo, uma forma para que a Ciência seja mais democrática e o conhecimento científico chegue a todos”, aponta. 

Museu Virtual

O Museu Virtual oferece diversas atividades, curiosidades e conhecimentos para informar e interessar de forma lúdica a população a respeito da ciência e tecnologia. Não apenas crianças e adolescentes, mas todos os estudantes, professores e interessados.

Este aplicativo possibilita acesso livre e gratuito, de forma lúdica, aos conteúdos científicos e informações que compõem a iniciativa. É possível acessar o projeto Nhande Arandú nas três principais redes sociais: Instagram (@nhandearandu), facebook (Museu Virtual Nhande Arandu) e twitter (@nhandearandu). Mas, a principal ferramenta de divulgação é o Insta com 300 seguidores em menos de um  ano de criação. 

Grupo Nhande Arandu

O projeto Nhande Arandu – Da inteligência Humana à inteligência artificial foi colocado em prática em 2020 com a intenção de promover diálogos acerca da ciência nos espaços educacionais de Mato Grosso do Sul, começando no ensino básico até ao médio, desde então foram realizados encontros, palestras e rodas de conversas presenciais e onlines a respeito do tema

A iniciativa leva esse nome como forma de destacar a forte cultura guarani presente em solo sul-mato-grossense, assim Nhande é pessoa e Arandú sabedoria, ou seja, uma pessoa sábia. Na organização do grupo não se encontra somente o coordenador proponente  Prof. Dr. Ivo Leite Filho, mas também existe o auxílio dos coordenadores, Prof. Me. Diogo Careli dos Santos e as Prof.a M.a Geisiely Pedrosa de Freitas Paini e Prof.a Denise de Souza Ferreira da Cunha.

Além, da colaboração dos estudantes que participam das coletividades Arandú e Minerva, integrados tanto por graduados da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), quanto por alunos do ensino médio, juntamente com os participantes do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC Jr).

MAS, SE QUER MAIS NOTÍCIAS, CLIQUE AQUI!

Grupo de MS lança app para democratizar a Ciência

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.