Comerciante vai preso após vender produtos naturais sem normas da Anvisa

Crédito: PC MS
Crédito: PC MS

Um comerciante de 63 anos foi preso na manhã desta quinta-feira (15), suspeito de comercializar produtos em sem cumprir as normas da Anvisa – Agência de Vigilância Sanitária. A apreensão foi feita após uma visita da Vigilância Sanitária da Capital até o estabelecimento localizado na rua Pedro Celestino, no centro de Campo Grande.

Ao chegar na unidade, perceberam que o comerciante realizava a venda do produto Lipotron Max, além da manipulação e rotulagem de diversos outros produtos, supostamente para fins terapêuticos, sem a devida autorização do órgão sanitário competente.

O proprietário do comércio foi levado para a Especializada e irá responder pelo crime de falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais, sem registro, quando exigível, no órgão de vigilância sanitária competente, que prevê pena de reclusão, de 10 a 15 anos, além de multa.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.