Cadáver encontrado em viaduto é identificado pelas digitais

viaduto
Reprodução/Internet

Foi identificado como Sidney Manoel Pimenta, vulgo ”Nei”, 52, o cadáver encontrado em estado de ”múmia” neste final de semana, no viaduto da Avenida Ministro João Arinus, na saída de Campo Grande para Três Lagoas. O corpo da vítima não havia sinais de decomposição. O anúncio foi feito pela Polícia Civil, nesta terça-feira (21).

A identidade de Sidney foi revelada na segunda-feira (20) pelo Instituto de Identificação da Capital, por meio do exame de confronto necropapiloscópico, ou seja, a partir das digitais da vítima e ainda não decomposta, por conta das condições do local onde foi localizado o corpo.

Segundo informações da Polícia Civil, a vítima era paulista da cidade de Bauru. Ele já havia sido preso em 2015 e tinha passagens policiais por porte de drogas, tentativa de furto e ameaça. O caso continua sendo investigado pela 3ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande. Acesse também: Turista morre após acidente com quadriciclo em Bodoquena

(Com informações do repórter Itamar Buzzatta)

Mais notícias no Jornal Impresso

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *