Após matar a ex, suspeito liga para conhecido confessando o crime antes de desaparecer

ex
Foto: Arquivo Pessoal/Facebook

A manicure Grazielly Karine Soares Alves de Lima, 28, foi assassinada com seis facadas, por volta de meia-noite desta quarta-feira (22), em Corumbá. O principal suspeito do crime é o ex-companheiro dela.

Segundo o Diário Corumbaense, Grazielly foi encontrada sentada em um sofá e com vários ferimentos nos braços, tronco, cabeça e perna. O cabelo da vítima também foi cortado supostamente pelo homem, com quem havia terminado o relacionamento há três meses.

O boletim de ocorrência informa que o ex da vítima ligou para um conhecido, por volta da 00h35, dizendo que havia matado Grazielly e informou o endereço da vítima para que ela fosse encontrada.

Imediatamente o homem foi ao local e logo que entrou na casa viu marcas de sangue e ligou para o Corpo de Bombeiros. A Polícia Militar, Polícia Civil e a Perícia também foram chamadas.

De acordo com o registro policial, o cômodo onde aconteceu o crime estava revirado, com garrafas de cerveja quebradas, além de vários objetos cortados ao meio, como celular e documentos de Grazielly.

Histórico

O principal suspeito tem passagens por violência doméstica, uma delas, em 2012, quando golpeou várias vezes com o cabo de uma faca, a companheira dele na época. O último boletim de ocorrência contra Edmilson, foi registrado em 08 de março deste ano, pela própria Grazielly.

Acesse também: Homem é morto a facadas em frente de armazém na fronteira

Confira as redes sociais do O Estado Online no Facebook Instagram

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.