Alerta: Frio congelante! Teremos temperaturas abaixo de zero

Geada
Divulgação

Alerta: Frio congelante! Teremos temperaturas abaixo de zero. Isto porque Mato Grosso do Sul está em estado de atenção máxim com a nova frente fria que está chegando no Estado esta semana. De acordo com a meteorologia haverá registros de temperaturas negativas e geadas, principalmente na região Sul do MS, onde as temperaturas serão de menos 0ºC. A nova frente fria deve despontar a partir do dia 29 de julho de acordo com Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (SEDEC).

Em Campo Grande o frio será intenso com mínimas entre  6°C e 8°C, além da baixa umidade de ar que deixará a situação ainda mais crítica. Neste período, alergias, resfriados, irritação nos olhos e garganta, além do ressecamento da pele são bastante comuns. Na Capital, a umidade relativa do ar chegou a 7% na última quinta-feira (22), sendo o segundo menor valor registrado no país.

Já na região Sul do País, onde o frio é mais intenso, existe a possibilidade de neve nas serras gaúchas e catarinenses. Há previsão de declínio também em áreas de São Paulo, se estendendo para as demais áreas do Sudeste nos dias seguintes. Há risco de geada para o sudeste do estado de São Paulo. Na região Norte a temperatura também estará em queda no final do mês.

Veja também: Com umidade do ar em 7%, Capital registra segundo menor valor do país

Alerta: Frio congelante! Teremos temperaturas abaixo de zero

Quem mora em Campo Grande já deve ter percebido os efeitos do tempo seco que o inverno trouxe. Neste período, alergias, resfriados, irritação nos olhos e garganta, além do ressecamento da pele são bastante comuns. Na Capital, a umidade relativa do ar chegou a 7% na última quinta-feira (22), sendo o segundo menor valor registrado no país.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e Centro Estadual de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec), outros municípios de Mato Grosso do Sul também registraram umidade relativa do ar abaixo de 20%.

Alguns deles foram: Ribas do Rio Pardo (7%), Água Clara (8%), Sidrolândia (9%), Jardim (11%), Corumbá (12%), Rio Brilhante (12%), Coxim (13%), Dourados (13%), Angélica (14%), Cassilândia (14%), Itaporã (14%), Ivinhema (14%), Ponta Porã (14%), Três Lagoas (14%), Costa Rica (15%), Laguna Carapã (15%), Santa Rita do Pardo (15%), Aral Moreira (16%), Iguatemi (17%).

Veja mais notícias no Jornal Impresso.

 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *