Estado Play: meteorologista alerta sobre impacto de falta de chuva no investimento de produtores

produtores
Reprodução

As previsões para a Primavera 2021 deixam um alerta para comerciantes, agropecuários e produtores. A estação que inicia no dia 22 de setembro não será saudável como nos anos seguintes, já que a previsão é de grande irregularidade de chuvas e altas temperaturas, o que pode atrapalhar a economia do Estado. O meteorologista Natálio Abrahão detalhou a situação durante entrevista ao jornalista João Flores, no O Estado Play.

Conforme o meteorologista, a tendência normal e regular do clima no Estado é do início das chuvas aos poucos no mês de setembro, com regularidade iniciando por volta de 10 de outubro. Este período coincide com o começo do plantio agrícola da safra de verão.

Entretanto, com as previsões de uma Primavera desregular, Natálio orientou que os produtores façam um planejamento adequado para não investir alto nessa atividade em uma estação que não trará grandes resultados. “Há um efeito dominó que mexe com agricultor, comércio, saúde e cada uma dessas áreas precisa se concentrar para que não haja prejuízos”, explicou.

O meteorologista citou que para uma boa lavoura precisa de chuva e, sem perspectiva da quantidade adequada, um grande investimento pode causar um grande dano econômico. “O agricultor tem que ter muito cuidado neste planejamento, ou reduzir a área plantada, colocar um produto potencialmente de maior fertilidade ou trazer uma semente mais precoce que vai produzir em menos tempo”, orientou, enfatizando que se não houver um bom planejamento, o produto encarece para a população no final.

Natálio ainda redobrou as orientações ao setor comercial e dá dicas para os produtores, agricultores, pecuaristas e comerciantes para que eles sejam cuidadosos nos investimentos conforme o clima. “Comerciantes, investir em agasalhos agora não é favorável. Invista em produtos leves, em ventiladores, sorvete, picolés, bebidas, pois estes serão altamente beneficiados. Mas, em troca, vão ter que ter controle de energia”, citou.

Para os agricultores, o planejamento é para a aquisição da melhor semente. “No momento adequado, tendo em mãos as medias previstas, sabendo que a qualquer momento em novembro e dezembro nos teremos anomalias que podem trazer prejuízos na produção e produtividade, façam investimento em sementes precoce”, aconselhou.

 

Confira a entrevista completa:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *