Um lugar silencioso parte II

Um lugar silencioso parte II
Um lugar silencioso parte II

Aclamada pela crítica, segunda parte do terror psicológico ‘Um Lugar Silencioso’ tem protagonismo da jovem atriz Millicent Simmonds

Em 2018, “Um Lugar Silencioso” surpreendeu o público e foi aclamado pela crítica por conta de cenas angustiantes, o que acabou tornando-o um dos filmes mais impactantes de terror psicológico da década. A sequência, “Um Lugar Silencioso – Parte 2”, que chega hoje aos cinemas brasileiros pela Paramount Pictures, promete outra experiência única de suspense e terror, que vai ampliar esse assustador universo pós-apocalíptico comandado pelo diretor John Krasinski.

Na trama, logo após os acontecimentos mortais dentro de casa, a família Abbott (Emily Blunt, Millicent Simmonds, Noah Jupe) precisa agora encarar o terror mundo afora, continuando a lutar para sobreviver em silêncio. Obrigados a se aventurar pelo desconhecido, eles rapidamente percebem que as criaturas que caçam pelo som não são as únicas ameaças que os observam pelo caminho de areia.

Emily Blunt está de volta a seu papel como a mãe Evelyn Abbott, ao lado dos membros do elenco original: Millicent Simmonds, como sua filha com deficiência auditiva, Regan (a atriz é portadora de deficiência auditiva na vida real), e Noah Jupe, como seu filho mais velho, Marcus. Além do bebê que nasceu na primeira parte. A propósito, todos em atuações impecáveis, dando destaque para a atriz Millicent Simmonds, que se torna protagonista nesta segunda parte e rouba o filme para ela.

Novos rostos

Cillian Murphy, a estrela da série “Peaky Blinders”, se junta ao elenco como Emmett, um homem sinistro com intenções misteriosas que se junta à família dos Abbott em uma visão sombria do futuro. O ator Djimon Hounsou, de “Gladiador” e “Guardiões da Galáxia”, é um sobrevivente no pós-apocalipse que vai entrar em contato com os personagens principais. John Krasinski dirigiu, roteirizou e atuou na primeira parte de “Um Lugar Silencioso”. E, nesta continuação, segue retornando às mesmas funções, retomando seu papel de Lee Abbott durante um flashback que mostra como tudo começou.

Um show à parte no filme é a brilhante edição de som ao utilizar o silêncio como um aspecto para a criação constante de tensão e fazer com que qualquer barulho seja ainda PARTE II UM mais assustador. Para quem ama o primeiro filme, a continuação aposta nessa fórmula com a mesma excelência em sua execução. Daí a importância para ser assistido na telona, e conferir como o silêncio terrivelmente agoniante é o ponto alto da produção, juntamente, claro, com as atuações impecáveis de seu elenco.

Crítica especializada

O filme recebeu 91% de aprovação no Rotten Tomatoes, o principal site agregador de críticas de filmes e séries no mundo. O consenso da crítica afirma que o longa é “Uma continuação enervante de seu antecessor, ‘Um Lugar Silencioso – Parte 2’ expande o mundo aterrorizante da franquia sem perder a noção de seu coração”.

Bruno Botelho, crítico que escreve para o site Adoro Cinema, deu quatro estrelas para a produção. “‘Um Lugar Silencioso – Parte2’ não é tão original em sua história quanto o primeiro filme e nem tão expansivo para a franquia quanto se esperava, mas se destaca fortemente por causa de uma execução primorosa e eficaz que consegue prender o público com sua atmosfera sufocante de tensão crescente.

A produção faz com que nos importemos com a família Abbott mais uma vez, explorando mais o lado aterrorizante dos monstros pós-apocalípticos e fornecendo excelentes deixas para os futuros longas aproveitarem. Um terror e suspense psicológico de primeira linha.” 

Renato Marafon, do site Cine Pop, também elogiou o filme e destacou o silêncio como instrumento de diálogo com o público. “O primeiro filme transformou o silêncio em uma das matérias-primas do suspense e moldou uma fábula moderna de amor em família, comunicação e sobrevivência. Nunca imaginei que um filme com poucos diálogos pudesse dialogar tanto com o público, e criar sensações das mais fortes possíveis: angústia, desespero, pavor, sufoco e suadouro.”

Laísa Trojaike, do site Canaltech, considerou que a parte 2 de “Um Lugar Silencioso” deu muito certo, e que, provavelmente, terá a parte 3. “Apesar do gancho para mais, ‘Um Lugar Silencioso’ convenceu que seria um filme solo e o anúncio de uma sequência certamente deixou muitos fãs apreensivos. Este, no entanto, é daqueles casos em que a ideia simplesmente cresceu e foi amadurecida pelo seu artista, que ampliou o universo e, agora, nos deu uma abertura para matança e gore em um próximo capítulo.” “Um Lugar Silencioso – Parte 2” estreia hoje nos cinemas do país e a classificação é de 14 anos.

(Marcelo Rezende)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *