Obras de arte sensorial são exibidas na Praça dos Imigrantes

arte-sensorial

Durante todo o mês de agosto, a Praça dos Imigrantes irá promover uma exposição artística em que o olhar é substituído pelo tato no momento de apreciar as obras. A coleção surge com o nome de “Arte Sensorial na Palma da sua Mão”, da artista plástica Sônia Aparecida Lins de Queiroz e podem ser admiradas até o dia 31.

As obras sensoriais são produções em tela ou qualquer outro suporte, onde a produção é feita em alto relevo com o objetivo de atender especificamente as pessoas com deficiência visual de acordo com a artista. “São poucos detalhes, mas com uma amplitude de significados para eles. Por conta disso, não podem ser muito abstratos; devem ser o mais concreto possível, oferecendo sentido por meio do toque”.

Sônia Aparecida diz que enquanto trabalhava no Núcleo de Produção da Semed (Secretaria Municipal de Educação) acompanhou diversas pessoas com deficiência (PcD) em exposições de arte para realizar a audiodescrição das obras.

Foi neste momento que ela percebeu a necessidade de produzir quadros que pudessem sem tocados e sentidos com as mãos em vez de utilizar a visão e audição como meio sensorial para atender ao público PcD.

A matéria-prima utilizada pode ser diversa explica Sônia. “Costumo utilizar sucata na maioria das vezes e material reciclável. Geralmente compro apenas as telas, mas elas também podem ser substituídas por MDF ou outros itens; tenho até um quadro feito em uma antena parabólica”.

No total, serão exibidos 16 quadros, com três deles remetendo ao aniversário da Cidade Morena e retratando símbolos da cidade, como a arara-canindé e os ipês.

Segundo o titular da Sectur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo) Max Freitas, a exposição “Arte Sensorial na Palma da sua Mão” representa um dos princípios da prefeitura. “Nossa gestão sempre primou pela inclusão social e pela democratização do acesso à arte e à cultura em Campo Grande. Fazemos isso levando eventos até os bairros e com intervenções como essa na Praça dos Imigrantes, atendendo a uma demanda das pessoas com deficiência visual. Contamos com a presença de todos para curtir tanto o espaço quanto as obras”.

Serviço:

A Praça dos Imigrantes fica na Rua Rui Barbosa, n.º 65, esquina com a Rua Joaquim Murtinho. A exposição estará aberta até o dia 31 de agosto, das 10h às 18h, com entrada gratuita. Os visitantes poderão aproveitar e visitar as barracas de artesanato do local.

Acesse as redes sociais do O Estado Online no Facebook Instagram.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.