26 outubro 2020, 2:30
Crédito: Divulgação/UFMS

UFMS decide não ofertar vagas pelo Sisu 2021

Vagas pelo Sisu 2021 só serão preenchidas no segundo semestre

O Conselho Universitário (COUN) da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul aprovou durante reunião, nesta sexta-feira (16), a proposta encaminhada pelo Conselho de Graduação (Cograd) que altera a oferta de vagas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2021.

Com 49 votos a favor e 10 contra, a instituição determinou que não irá disponibilizar vagas pelo Sisu 2021 para o primeiro semestre letivo. A decisão prevê que 80% delas serão preenchidas através do Processo Seletivo Vestibular (PSV) e 20% pelo Programa de Avaliação Seriada Seletiva (Passe). Para o segundo semestre, a distribuição de vagas ficou da seguinte forma: 40% Sisu, 40% vestibular e 20% Passe.

Durante a reunião, diversos alunos se manifestaram nas redes sociais sobre a votação do conselho. Via Twitter, com a tag #FicaSisuNaUFMS, os acadêmicos criticaram a decisão da universidade e a justificativa oferecida pela mesma para a mudança.

A UFMS, por meio de nota, afirma que alteração no percentual de vagas ocorre devido a necessidade de não prejudicar o calendário acadêmico de 2021.

Leia na íntegra a nota da instituição:

“Desde o início da pandemia mundial da Covid-19, a UFMS é uma das únicas instituições federais que cumprirá sua missão de finalizar as aulas do segundo semestre dentro do ano de 2020, contribuindo para a formatura de milhares de estudantes em 2020, jovens preparados para atuar nas residências, nas empresas, nos concursos públicos e em salas de aula em MS e no Brasil. Com o adiamento das provas do ENEM e liberação dos resultados pelo SISU em 2021, muitas universidades, assim como a UFMS, estão, EMERGENCIALMENTE, encontrando alternativas para que os 22 mil estudantes matriculados não fiquem prejudicados. A adoção do SISU para o primeiro semestre de 2021 acarretará início do semestre letivo somente em junho/2021, atraso ou inexistência de formaturas e prejuízo a “normalidade” conquistada por todos estudantes, professores e técnicos da UFMS em 2020″.

Veja mais:

Justiça solta mulher que obrigava a filha a se prostituir

Veja também

Dólar sofre alta de 0,60% e vai a R$ 5.62

Após registrar queda, dólar sofreu alta de 0,60% e foi para R$5.62 nesta sexta-feira (23). …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *