21 outubro 2020, 3:43
Reprodução/Internet

Comissão estadual discutirá estratégia a aulas presenciais

A Comissão instituída pelo Estado com integrantes públicos e da sociedade civil, se reunirá hoje (24), para discutir os protocolos de biossegurança, necessários para o retorno às aulas. Conforme a titular da SED (Secretaria de Estado de Educação), Maria Cecília Motta, ainda não há uma data estipulada para a volta presencial das atividades.

Motta reiterou que, a função da Comissão não é discutir o “quando” retornar às aulas, e sim em “como voltar”. “Estamos elaborando os protocolos normativos, cognitivos, de biossegurança e psicossocial nós teremos que enfrentar”, disse.

A secretária explicou que, a decisão de retorno do ensino presencial na REE (Rede Estadual de Ensino) é de responsabilidade da SES (Secretaria de Estado de Saúde), que através do Programa Prosseguir, “vai definir o momento seguro para o retorno das aulas no Estado”, explicou Motta.

Desde o dia 23 de março, 210 mil alunos e aproximadamente 18 mil professores das 352 escolas de todo o sistema estadual precisaram se adaptar às medidas de isolamento social em decorrência do coronavírus. A SED utiliza ferramentas online de aprendizagem para contemplar os estudantes, além de, aulas veiculadas pelo canal 4.3 da TV Educativa, que pode ser acessada por meio do sinal digital da TV Aberta nos municípios de MS.

Instituições privadas

A retomada das aulas presenciais para a Educação Infantil nas escolas privadas de Campo Grande, liberada desde segunda-feira (21), está ocorrendo de forma gradativa. Até ontem (23), 80 instituições protocolaram o termo de compromisso na prefeitura.

A presidente do Sinepe (Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado do Mato Grosso do Sul) Maria da Glória Paim, salientou que com a liberação para as atividades presenciais para as crianças de até cinco anos, o próximo passo será discutir, em reunião agendada para os próximos dias com representantes do Ministério Público Estadual e prefeitura, a volta às aulas do Ensino Fundamental e Médio. Confira a reportagem completa.

(Texto: Mariana Moreira)

Veja também

Quer melhorar seu inglês? Conheça esses cinco podcasts

Ser fluente na língua é fundamental para os profissionais que desejam conquistar melhores oportunidades O …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *