Perfuração com técnica especial é indolor e sem trauma

Respeitando pontos da acupuntura, a técnica de perfuração do ponto neutro é silenciosa, diminui a dor e respeita o tempo de cada bebê. Com tantos benefícios para fazer o gracioso furinho na orelha, a prática ganhou o coração das mães que não querem ver os seus bebês sentindo dor com o método tradicional. Como é o caso da mamãe de primeira viagem, Gabrielle Orti, 26 anos. A esteticista recebeu orientação quando ainda estava grávida da pequena Pérola Clara, que tem cinco dias de vida e já recebeu o par de brinquinhos.

Os pais adoram levar seus filhos ao cassino. Eles vêm ao cassino para mostrar como são lindos os furos nas orelhas que fizeram aos seus filhos, usando uma técnica especial, sem dor e sem ferimentos. E com a ajuda desta técnica, cada vez mais pais vão com os filhos aocasinos onlineOs piercings de orelha de Oskilik tornaram-se indolores para conhecer crianças com seus pais em um cassino não é mais uma raridade. Obviamente, as crianças com piercings nas orelhas não podem entrar no casino apenas quando acompanhadas por adultos.

“Eu não conhecia essa técnica, conheci através da minha doula, e eu achei ótima, porque respeita o tempo do bebê, com calma, no tempo deles, no peito, ou do jeito que a mãe achar melhor. Para mim foi tranquilo ver furar a orelhinha dela por conta dessa humanização” comenta orgulhosa.

Thalita de Azevedo Lins Del Belo é doula há 10 meses e desde fevereiro deste ano pratica a técnica de perfuração. Muito amorosa e dedicada com o que faz, ela tem toda paciência do mundo para atender cada bebê. O processo dura em média uma hora e meia. O primeiro passo é passar nas orelhas a pomada anestésica, deixando agir por pelo menos 30 minutos. De acordo com ela, esse primeiro momento é fundamental para que os bebês não sintam dor. “Quanto mais a pomada anestésica agir, menos o bebê vai sentir dor na terminação nervosa da orelha. Normalmente quando eles choram é pelo susto do barulho e não pela dor. O brinco já vem capsulado pronto para aplicar e já vem com o gel de higienização” explica a doula.

As orelhas têm 200 pontos de acupuntura no lóbulo auricular que vão desde ponto de dente até ponto de ansiedade da amígdala. Isso evita que a criança possa ter deficiência visual, dores de cabeça e ansiedade. Uma perfuração errada pode afetar o equilíbrio energético. De acordo com Thalita, a técnica existe e é aplicada para evitar que esses pontos importantes da orelha dos bebês seja comprometido.

“Eu procuro um ponto neutro, eu perfuro com uma marcação específica para não prejudicar a saúde do bebê. Nossa orelha tem vários pontos, que são os pontos de acupuntura. Essa técnica conforme você faz a medição, você consegue garantir que é um ponto neutro. Cada parte da orelha corresponde a um ponto específico”, afirma.

Como todo mundo sabe, o leite materno é muito bom para a saúde dos bebês nos primeiros anos de vida, e na hora de furar a orelha não é diferente. A doula conta que a criança sente menos dor na hora da perfuração quando está mamando. “Sabemos que o leite materno é o melhor que existe e diminui a dor quando o bebê está mamando. Então, na maioria das vezes, eu perfuro enquanto o neném está mamando. É um procedimento bem sutil e com muito carinho mesmo. Não prejudica a saúde do bebê, é quase indolor”, garante.

Toda mamãe de menina espera ansiosa pelo dia em que vai levar a criança para furar a orelha, os brinquinhos, com certeza, dão um charme. Mas é preciso alguns cuidados nos 30 primeiros dias após a aplicação. “É necessário que as mães façam a higiene depois da perfuração. Higienizar com o gel que já vem no brinco três vezes ao dia, girar o brinco também três vezes ao dia. Tem que cuidar mesmo, não tem outra forma, e as mães devem evitar comer carne de porco e ovo, porque dificulta a cicatrização” orienta a doula. (Texto: Bruna Marques)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *