Luíza Sonza confirma que usa polêmica para publicidade

xLSpreto3.jpg.pagespeed.ic.rLcilDWjc7

Com mais de 1 bilhão de reproduções no Spotify, 22 milhões de seguidores no Instagram e 6 milhões de inscritos em seu canal no YouTube, Luísa Sonza é o sucesso criado pelas circunstâncias que, aproveita para alavancar a carreira. Ou seja, ela utiliza as polêmicas e faz marketing. 

Com isso, mais o investimento pessoal de R$ 1,5 milhão para bancar o clipe de “Modo turbo”. Ela é o fenômeno pop da vez. Aos 22 anos, Luiza Sonza disse em entrevista ao O Globo que pensa em sexo 24 horas. “Me chamam de marqueteira, de isso e aquilo, mas por que não vou aproveitar uma coisa que me faz sofrer para caramba como algo bom? A Luísa Sonza artista é uma super-heroína icônica que não sofre por nada nem ninguém. Adoro me transformar nela. Quando boto uma maquiagem e um look, pode vir uma bomba atômica que eu aguento”, destaca.

Para ela, o marketing é a ponta do iceberg que vem depois, mas primeiro faz a música e, a partir dela, cria algo que vai interessar aos olhos do público. “Durante o lançamento, eu fico vendo o resultado e pensando o que eu posso inventar. Olho os números no Spotify e, se tiver fraco, direciono um post para lá. Ou vamos pedir para nossos amigos postarem dançando ‘Atenção’. Isso tudo por instinto. Nem tenho paciência para fazer curso. É acerto ou erro”, explica Luiza.

Sonza afirma que sem dúvida alguma não tem culpa de ter o c* virado para a Lua. “As coisas acontecem comigo e não é algo que eu faça pensando, pelo contrário. Gente, eu não teria tanta criatividade para a cada cinco dias entregar uma polêmica nova, e que geralmente me ferra. Ainda não sou tão engenhosa assim para fazer o filho do Bolsonaro falar de mim… Mas, se acontece, ué… Meu nome tá em alta, dá clique, e as pessoas gostam de falar sobre mim”, pontua.

Uma das últimas revelações da artistas foi assumir a bissexualidade. “Ainda é um assunto delicado, por vários motivos. Tenho muito cuidado ao falar disso por não estar na linha de frente, vivendo essa luta diariamente. Estou num relacionamento hétero, mas sou 100% bissexual, tenho certeza absoluta disso, sinto atração por mulher e homem desde criança. Resolvi falar porque notei que isso estava aparecendo em todas as minhas músicas, principalmente quando estive solteira, e vi que estava me privando de tanta coisa que era natural para mim. Mas ainda estou digerindo isso como pessoa pública”, finaliza.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.