Homem é preso com droga avaliada em 1,8 milhão

preso
Divulgação

Um motorista de 47 anos foi preso em flagrante neste domingo (1), com mais de meia tonelada de maconha escondida em um caminhão-tanque, na rodovia BR-262, próximo à cidade de Água Clara, na região Leste do Estado.

Segundo informações policiais, militares do Batalhão de Choque desconfiaram do nervosismo do caminhoneiro no momento da abordagem e localizaram a droga na cabine do veículo.

Na vistoria da parte interna do caminhão, os policiais localizaram diversos fardos de maconha atrás dos bancos do motorista e passageiro. No total, foram apreendidos 22 fardos com 550 tabletes, totalizando 535,40 kg da droga.

Aos policiais, o motorista alegou que saiu do interior de São Paulo para descarregar combustível em Campo Grande. Segundo o motorista, enquanto fazia o descarregamento foi até um bar, onde uma pessoa ofereceu RS 5 mil reais para transporte da droga até a cidade de Paulínia, em São Paulo.

O motorista foi preso em flagrante e encaminhado para a Delegacia de Policia Civil de Água Clara. A droga apreendida foi avaliada em R$ 1,8 milhão.

Leia também a matéria: Homem é assaltado na boca de fumo

Um homem de 57 anos procurou a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) na noite de domingo (1) para denunciar um roubo de aparelho celular depois de ser assaltado em uma boca de fumo.

De acordo com o boletim de ocorrência, ele foi assaltado enquanto comprava uma porção de cocaína na “boca do Miranda”, localizada na Rua General Osório, região do bairro Jardim Itália em Dourados – distante 228 quilômetros de Campo Grande.

Na companhia de um amigo, a vítima havia se deslocado até a boca de fumo um dia antes do registro, no sábado (31), para adquirir uma quantia de R$ 50,00 em ‘pó’ quando o proprietário da ‘boca do Miranda’ cobrou uma dívida antiga.

Usando uma faca de serra, o vendedor de drogas obrigou o usuário a entregar o aparelho celular, como garantia.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *