Com 18 mil moradores, maior reserva urbana de Dourados comemora Dia do Índio celebrando cultura dos povos

Foto: Valentim Manieri
Foto: Valentim Manieri

Hoje (19), é celebrado no Brasil o Dia do Índio, remetendo ao dia em que delegados indígenas de várias etnias se reuniram no Primeiro Congresso Indigenista Interamericano, em 1940, com o propósito de discutir pautas sobre a situação de seus povos após séculos de colonização e construção dos Estados Nacionais nas Américas. Foi instituído em 1943 por Getúlio Vargas.

Foto: Valentim Manieri

Em Dourados, no Mato Grosso do Sul, fica a maior reserva urbana indígena do País com as aldeias de Jaguapiru e Boróró, com cerca de 18 mil habitantes das etnias Guarani, Guarani Kaiowá, Guarani Ñandeva e Terena. A reserva foi criada há mais de 100 anos, pelo então governador do estado de Mato Grosso do Sul General Caetano Manuel de Faria Albuquerque, e conta com 3.539 hectares de terra.

Celebrações

Foto: Valentim Manieri

Durante a manhã de hoje (19), diversas atividades estão sendo realizadas na escola Tengatuí Marangatu, como futebol, atividades recreativas, cabo de guerra, flecha, rituais dos povos indígenas, sorteio de brindes, entrega de doces, e danças dos povos residentes das aldeias. Já nas escolas da reserva indígena Franscico Horta Barbosa, desde o dia de ontem (18), já estavam acontecendo comemorações sobre o Dia dos Povos Indígenas, como forma de manter viva a tradição da cultura local.

As lideranças indígenas afirmam que o principal objetivo desse dia é mostrar para crianças, adolescentes e para toda a comunidade, a importância do Dia do Índio, além de ser uma forma de preservar e fortalecer cada vez mais a cultura ancestral indígena.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.