CPI da Covid-19: “Temos provas cabais no caso Covaxin”, diz Simone Tebet

senadora-simone-tebet-primeira-mulher-presidir-senado-campo-grande-ms-2020-1

À frente da bancada feminina, Tebet foi a congressista que arrancou, no depoimento do deputado federal bolsonarista Luis Miranda (DEM-DF), o envolvimento do líder do governo, Ricardo Barros (PP-PR), em suposto esquema de corrupção na aquisição da vacina indiana Covaxin contra a covid-19.

Na terça-feira (6), a senadora afirmou durante sessão da CPI que documentos apresentados pelo governo para rebater acusações de irregularidades nas negociações para compra da Covaxin foram fraudados, incluindo erros de grafia em inglês e indícios de montagem.

Em entrevista à DW Brasil, ela afirma já haver “provas cabais” no caso Covaxin e que “só falta juntar todas as peças e ouvir todas as testemunhas”. Ao mesmo tempo, afirma que, antes de abrir um processo de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro, é preciso “pensar no país”.

Filha de Ramez Tebet, que presidiu o Senado no início dos anos 2000, Simone agita discretamente os bastidores do MDB como uma opção de nome para a 3ª via em 2022. A senadora diz acreditar que essa 3ª via possa tirar Bolsonaro do 2º turno e se recusa a repetir o gesto do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), que deixou clara a intenção de votar no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva caso ocorra a disputa do petista com Bolsonaro em 2022.

“Quem é do centro democrático não pode responder a essa pergunta. O centro democrático, se quiser, tem todas as condições de estar no segundo turno. Pelo andar da carruagem, não tenho dúvidas de que o centro pode sim estar com Lula no segundo turno. Então não é escolha de Sophia”, afirma.

(Com informações Poder 360)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

1 thought on “CPI da Covid-19: “Temos provas cabais no caso Covaxin”, diz Simone Tebet”

  1. Pingback: Bombeiros salvam coruja presa por linha de pipa em cima da árvore - O Estado Online

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *