Por crise política, manifestantes bolivianos fecham fronteira com Brasil

Fronteira entre Brasil e Bolívia
Foto: Reprodução/Diário Corumbaense

A fronteira entre Corumbá e Puerto Quijarro e Puerto Suárez está fechada desde a meia-noite desta segunda-feira (11). O bloqueio é feito como protesto por bolivianos que são contrários ao governo do presidente Luiz Arce.

Segundo o site Diário Corumbaense, a passagem pela linha internacional é feita a pé. As ações acontecem em quase todo o país e visam a suspensão do pacote de leis que afetam a liberdade civil na Bolívia.

Ainda segundo o site local, os manifestantes questionam o sistema de Justiça do país, citando a prisão da ex-presidente interina Jenaine Áñez. Para o Diário Corumbaense, o presidente do Comitê Cívico de Arroyo Concepción disse que a ação se mantém por 24h.

“Com isso, a nossa fronteira ficará fechada, apenas a passagem a pé é permitida entre os dois países. Também vamos deixar passar casos de urgência e emergência, como pessoas que vão fazer hemodiálise em Corumbá ou que precisem de atendimento médico. Exigimos que o atual governo suspenda esse pacote de lei e pare com a perseguição politica”, explicou Antonio Chávez para a reportagem local.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.