Com três votos contra a cassação da chapa do Bolsonaro, julgamento no TSE é suspenso

Reprodução/Agência Brasil
Reprodução/Agência Brasil

Ontem (26), o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) julgou duas AIJES ( Ações de Investigação Judicial Eleitoral) contra a chapa do Presidente Bolsonaro e do vice, Hamilton Mourão, cassando os diplomas e a consequente inelegibilidade por oito anos, em relação às fake news propagadas na época das eleições de 2018.

Segundo o TSE, as mensagens eram impulsionadas via Whatsapp e uso fraudulento do CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) de idosos para registrar chips de celular utilizados para garantir os disparos. 

O julgamento de ontem foi suspenso com o placar de 3 votos a 0 pela improcedência das ações e será retomado na sessão plenária desta quinta-feira (28), às 9h. 

Segundo o MPE (Ministério Público Eleitoral), o uso de aplicações digitais de mensagens instantâneas visando promover disparos em massa contendo desinformação e inverdades em prejuízo de adversários. Em benefício do candidato pode configurar abuso de poder econômico, o uso indevido dos meios de comunicação sociais podem ser agravados, que será examinada em cada caso concreto.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *