Bolsonaro pede apoio para vetar reajuste de servidores

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na manhã desta quinta-feira (21) que vai sancionar o mais rápido possível o projeto de socorro a Estados e municípios com veto para o reajuste de servidores. “Temos que trabalhar em conjunto”, disse Bolsonaro no início de seu discurso.

Bolsonaro fez a confirmação durante reunião por videoconferência com os 27 governadores, além dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

O Congresso aprovou o projeto que prevê socorro aos Estados no início do mês. São R$ 60 bilhões, que se estendem também a municípios.

O presidente Jair Bolsonaro, no entanto, ainda não sancionou o texto. Isso porque os congressistas incluíram reajuste salarial a algumas categorias, ao contrário do que deseja o governo.

Se Bolsonaro vetasse o trecho referente ao reajuste, o Congresso ainda teria a prerrogativa de derrubá-lo. Por isso, o presidente –e o ministro Paulo Guedes (Economia)– negociaram para que o veto fosse mantido.

(Texto: Poder 360)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.