Suspeitos da chacina em Pedro Juan, foram apreendidos e expulsos do Paraguaí

Divulgação/PM
Divulgação/PM

A PM (Polícia Militar), apreendeu em Coronel Sapucaia, quatro homens acusados, pelo o assassinato de outras quatro pessoas, na saída de uma festa em Pedro Juan Caballero. Entre as vítimas, estava Haylee Carolina Acevedo, de 21 anos, filha do governador do Departamento de Amambay, Ronald Acevedo.

Os quatro suspeitos da participação na chacina ocorrida no mês passado, 9 de outubro, em Pedro Juan Caballero, foram presos num imóvel que funcionava como ‘ponto de apoio’ para esconder armamentos e criminosos, expulsos do País, solicitados pelas autoridades paraguaias. 

Quando a PM chegou na residência, a quadrilha fugiu pulando muros e invadindo outras casas. No entanto, eles foram detidos e identificados como Delio Martinez, 22 anos, Vitor Nunes, 21 anos, Carlos Daniel, 18, e Thiago Ledesma, 23 anos, que morava na casa em Coronel Sapucaia e estava foragido da Justiça.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *